Arquivo diários:06/11/2020

Por promover fake news contra Álvaro Dias, delegado Sérgio Leocádio é mais uma vez punido pela Justiça

A Justiça Eleitoral ordenou a suspensão imediata da veiculação de uma propaganda eleitoral do candidato a prefeito de Natal Sérgio Leocádio. No vídeo exibido, Leocádio afirmava que o candidato Álvaro Dias havia praticado ‘fake news’ contra ele, inclusive com reconhecimento da Justiça.

Porém, em decisão proferida no início da noite desta sexta-feira (6), a juíza eleitoral Francisca Maria Tereza Maia Diógenes negou a existência de tal reconhecimento pela Justiça Eleitoral, dito erroneamente por Leocádio, e ordenou a suspensão imediata da propaganda sob pena de multa no valor de R$ 10.000 (dez mil reais), por cada reapresentação da propaganda, sem prejuízo da pena pelo crime de desobediência eleitoral, previsto no art. 347 do Código Eleitoral.

Antes de participar como réu como acusado de rachadinha na Câmara Municipal de Natal, ministro Rogério Marinho faz discurso anti-corrupção em Alagoas


Nesta sexta-feira, o ministro Rogério Marinho sentou no banco dos réus acusado de praticar rachadinhas quando foi presidente da Câmara Municipal de Natal, a audiência foi adiada em razão de uma preliminar arguida por um advogado de devesa de um dos réus.

 Rogério que vive conflito com Paulo Guedes (Economia), fez discurso para exaltar a importância de obras. Teve de interromper algumas vezes por causa de vaias para Renan Filho e aplausos para Arthur Lira.

Falou até sobre combate a corrupção, na terra do centrão. Disse que o presidente, cujo filho foi denunciado sob acusação de rachadinha nesta semana, poderia bater no peito e dizer que não há casos de corrupção no governo. Collor, réu da Lava Jato, estava sentado ao lado do chefe do Executivo.

Em maio, o ex-presidente e senador criticou Bolsonaro pelos acordos obscuros com centrão.

Primando por Natal: nomes fortes na disputa por cadeiras na Câmara Municipal

Ouvindo analistas experientes e profundo conhecedores na política natalense, o Blog do Primo entende que os candidatos à Câmara Municipal que apresentam boas perspectivas de vitória, sem levar em consideração o posicionamento da lista abaixo são os seguintes:

Preto Aquino, Kleber Fernandes, Nina Souza, Aldo Clemente, Fernando Lucena, Júlia Arruda, Paulinho Freire, Luís Almir, Claudia Xavier, Leo Souza, Eriko Jacome, Nei Lopes Júnior, Raniere Barbosa, Bispo Francisco de Assis, Klaus Araujo.
O Blog do Primo ressalta que existem outros nomes em condições favoráveis, lembrando que eleição para vereador sempre é uma caixinha de dispersas.

 

Nomes para o Senado estão sendo ventilados para 2022

Haroldo Azevedo e Jose Dias

A cadeira ocupada no Senado pelo senador Jean do PT já deu início ao processo desistirá no RN.
Alguns nomes estão surgindo como prováveis candidatos.
Insatisfeita com nossa representação no Senado, as classes produtoras do RN estão mobilizando forças para promover uma candidatura que represente o Estado com competência. O agronegócio, indústria e comércio alegam a falta de prestígio e resultados positivos para o desenvolvimento econômico do RN com atuais senadores. Entidades produtoras da nossa economia estão ventilando nomes como do empresário Haroldo Azevedo e do deputado estadual José Dias. Para eles, Haroldo Azevedo é um homem empreendedor, corajoso e habilidoso com uma visão moderna. Já o deputado estadual José Dias, além de competente e profundo conhecedor dos problemas do RN é uma reserva moral potiguar.
No meio do bolsonarismo, fala-se nas candidaturas dos ministros Fábio Faria e Rogério Marinho.
No campo progressista do centro esquerda além da candidatura à reeleição do senador Jean do PT, surge o nome do jovem deputado federal Rafael Motta.
Como não poderia deixar de ter um nome das oligarquias, o candidato derrotado ao governo do RN, Carlos Eduardo Alves que votou no Presidente Bolsonaro está articulando uma adesão à governadora Fátima Bezerra visando uma dobradinha.

Nomes ventilados e possíveis postulantes

 

Final melancólico: Emissoras interrompem transmissão de discurso de Trump sobre “fraude eleitoral”


O discurso de Donald Trump, atual presidente dos Estados Unidos e candidato à reeleição pelo Partido Republicano, feito durante coletiva de imprensa realizada na noite desta quinta-feira (5) foi tirado do ar por canais de televisão aberta dos EUA antes de ser encerrado. Nessa fala, o candidato propagou teses falsas de que houve fraude nas eleições daquele país e proclamou sua suposta vitória.

“Tivemos que interromper o presidente porque ele fez uma série de falsas acusações que davam a entender que houve uma fraude nas eleições e não há nenhuma evidência disso”, disse Lester Holt, âncora do NBC Nightly News logo após a emissora cortar a fala do presidente

A CBS e a ABC também cortaram a transmissão e desmentiram informações apresentadas pelo presidente logo após o discurso. “Simplesmente não há nenhuma evidência apresentada em qualquer um desses estados de que haja votos ilegais”, afirmou o jornalista Jonathan Karl, correspondente da ABC na Casa Branca.

Durante o discurso, o mandatário voltou a autoproclamar sua suposta vitória eleitoral e disse que os democratas estariam tentando roubar sua vitória. “Na contagem dos votos legais, a minha vitória é clara. Nos votos ilegais, eles podem tentar roubar a eleição”, declarou”.

Efeito rebote: EUA tem 121 mil casos confirmados e 1108 óbitos nas últimas 24 horas

No mesmo dia em que as atenções do mundo estavam voltadas para a disputa voto a voto na corrida entre Donald Trump e Joe Biden à Casa Branca, os Estados Unidos se bateram todos os recordes nesta quinta-feira (05/11), pelo segundo dia ultrapassou a marca de 100 mil novas infecções diárias por covid-19.

De acordo com a Universidade Johns Hopkins, foram registrados 121 mil casos de Covid-19 nas últimas 24 horas e 1108 mortes.

Com informações do Antagonista

Biden reduz diferença na Pensilvânia e Geórgia; Trump perde ações na Justiça

A vantagem do presidente Donald Trump para o democrata Joe Biden no estado da Pensilvânia caiu para cerca de 18 mil votos na madrugada desta sexta-feira (6), com 95% das urnas apuradas. No início da quinta essa diferença era de cerca de 500 mil votos e, durante a noite, foi de 100 mil.

Na Geórgia, às 5h desta sexta (horário de Brasília), com 99% das urnas apuradas, a diferença é de apenas 665 votos. Durante a quinta, a diferença chegou a ser de 60 mil.

Com 20 votos no colégio eleitoral, a Pensilvânia pode decidir a eleição em favor de Biden, que atingiria 273 votos no colégio eleitoral, três a mais do que o necessário para ser eleito presidente. A Geórgia possui 16 delegados.

Biden tem 253 delegados até a manhã desta sexta-feira, segundo projeção da CNN.

O restante dos votos na Pensilvânia vêm de grandes cidades como Filadélfia e Pittsburgh e foram enviados pelo correio, o que tem favorecido o democrata.

Segundo dados da apuração no estado, em média, de cada cinco votos enviados pelo correio em grandes centros urbanos na Pensilvânia, quatro são a favor de Biden.

O democrata ainda lidera em Nevada e no Arizona, que podem lhe dar mais 17 votos no colégio eleitoral, e está tecnicamente empatado com Trump na Geórgia, que dispõe outros 16 delegados.

Em breve discurso em Delaware hoje, Biden voltou a pedir paciência para os eleitores. Ele lidera a apuração também no voto popular.

Com o caminho cada vez mais difícil no colégio eleitoral, o presidente Trump recorreu à Justiça para tentar parar a votação em estados nos quais Biden lidera. A Justiça já rejeitou pedidos em ao menos dois estados: Michigan e Geórgia.

O presidente precisa vencer na Pensilvânia e Geórgia e superar Biden no Arizona ou em Nevada para se reeleger.

Trump perde ações 

Dois processos abertos pela campanha de Donald Trump no Michigan e na Geórgia contra apuração de votos foram negados pela Justiça desses estados nesta quinta-feira (5).

O tribunal do estado da Geórgia rejeitou o processo apresentado pelos republicanos para impedir “a contagem ilegal de votos recebidos após a eleição” na cidade de Savannah. O partido abriu o processo após um seus fiscal de urnas supostamente ter visto cédulas recebidas pelos correios que ainda não haviam sido processadas misturadas com cédulas que já estavam tabuladas.

No documento, o partido Republicano e a campanha de Trump afirmam que “o processo de custódia das cédulas não foi seguido corretamente”.

As cédulas em questão eram poucas em quantidade: uma pilha de três cédulas, e uma segunda pilha de 53 cédulas, de acordo com uma cópia dos registros do processo concedidos pelo partido.

CNN BRASIL

Álvaro Dias faz tradicional visita à Guararapes e é recebido com entusiasmo por funcionários

O candidato à reeleição para a Prefeitura de Natal (RN), Álvaro Dias (PSDB), visitou as instalações das Confecções Guararapes, do grupo Riachuelo, na tarde desta quinta-feira, 05. A reação dos colaboradores da unidade ao candidato da coligação Avança Natal foi de entusiasmo durante a visita.

Recebido pelo diretor-executivo industrial, Jairo Amorim, Álvaro Dias percorreu vários setores da confecção, na área da fábrica e no centro de distribuição. Em todos eles, Álvaro foi recebido pelos funcionários da Guararapes com fortes saudações de apoio e mensagens positivas para sua reeleição como prefeito de Natal.

“Vivi aqui na Guararapes um dos momentos de maior emoção em minha vida pública. Saio muito feliz ao ver o carinho que tantas pessoas têm por mim. Um sinal muito claro do quanto aprovam a administração séria e comprometida que fazemos na Prefeitura”, agradeceu Álvaro, ao fim da visita.