Arquivo diários:15/12/2020

Primando por Caiçara do Norte: suspeita de candidatura laranja poderá mudar resultado da eleição


Segundo o primo jornalista Assis Silva, este é o primeiro caso da Região do Mato Grande onde uma ação de investigação judicial eleitoral (AIJE – Processo: 0600453-22.2020.6.20.0052), foi aberta para apurar existência de suposta candidatura “laranja” de mulheres em Caiçara do Norte/RN. O Partido Republicano da Ordem Social (PROS) de Caiçara do Norte/RN, é alvo de investigação sobre candidaturas laranjas de mulheres que teriam se registrado apenas para cumprir a cota de 30% de mulheres.

Já há jurisprudência no TSE que diz que, em caso de candidatura laranja de gênero, cai todos os candidatos do partido, já que não atingiram a cota mínima de gênero que é 30%.

A ação aponta suposta fraude na candidatura de MARLEIDE DOS SANTOS DA SILVA que estando com o seu registro ativo e disputando as eleições municipais, tirou ZERO votos no pleito municipal e não teria sequer feito campanha, pelo contrário, fez campanha em seu facebook para outra candidata do mesmo partido, além de não ter se desincompatibilizado no tempo correto conforme manda a lei.

A investigação que já está nas mãos do juiz João Henrique Bressan de Souza, requer o reconhecimento da prática da fraude na composição da lista de candidatos às eleições proporcionais, a desconstituição de todos os mandatos obtidos pela coligação, dos titulares e dos suplentes impugnados, e a inelegibilidade pelo período de oito anos subsequentes às eleições de 2020.

O caso está sendo analisado na Justiça Eleitoral pedindo para que as defesas se manifestem. Agora todos aguardam que a lei seja cumprida e os culpados punidos e sirvam de exemplo para todos.