Mãe de Geddel é condenada no caso das malas com R$ 51 milhões


Foto: Divulgação PF

A Justiça Federal no Distrito Federal condenou Marluce Quadros Vieira Lima, mãe do ex-ministro Geddel Vieira Lima e também do ex-deputado federal Lúcio Vieira Lima, a dez anos de prisão por lavagem de dinheiro e associação criminosa.

A condenação é de janeiro e diz respeito ao caso dos R$ 51 milhões encontrados em malas em um apartamento em Salvador. A investigação reuniu prova contra Marluce, algumas delas constatadas por papiloscopistas – que investigam impressões digitais.

As provas são contestadas por Marluce. Segundo a Justiça do DF, a ré recorreu da decisão. A defesa dela não foi localizada até a publicação desta reportagem.

A decisão é do juiz Vallisney Oliveira, da 10ª Vara Federal de Brasília. Ele afirma que Marluce “também teve participação nos mesmos delitos de lavagem, associando-se aos filhos, e com atuação pró-ativa e efetiva no recebimento, movimentação e depósito de dinheiro, com a finalidade de ocultar e reintroduzir no mercado o dinheiro obtido de modo ilícito pelos filhos na qualidade de agentes públicos”.

Ministro nos governos de Luiz Inácio Lula da Silva e Michel Temer, Geddel está preso desde 2017.

R7

Blog do Primo:Geddel sempre foi um correligionário parceiro de Henrique Alves
Facebook Comments
Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *