Imitando Miguel Weber, Andreia de Carlos Eduardo Alves quer ser deputada estadual

Resultado de imagem para Andreia RamalhoNinguém sabe se o prefeito Carlos Eduardo Alves vai ter coragem de renunciar seu mandato de prefeito de Natal para disputar uma eleição no próximo ano.

Mas, sua esposa, já bateu o pé e disse que será candidata a deputada estadual, queira Carlos Eduardo ou não..

Andreia já está inclusive chamando pessoas ligadas ao seu marido para comunicar sua candidatura..

Colaboradores dela garantem que será a mais votada de Natal, Parnamirim e Currais Novos.

Andreia vai no mesmo caminho de Miguel Weber que exigiu da sua esposa e então prefeita de Natal Micarla de Sousa apoio para sua eleição rumo ao Poder Legislativo Estadual.

Miguel Weber, como primeiro-damo de Natal obteve menos votos que o primo Dagô..

 

Com 324 multas, motorista terá de pagar R$ 85 mil para recuperar Palio

Um motorista de 35 anos terá de pagar R$ 85 mil referentes a 324 multas caso queira recuperar seu Palio 2012 que foi apreendido na região central de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, na noite de sexta-feira (20).

A abordagem do carro, emplacado em Cruz Alta, interior do estado, ocorreu durante a Operação Balada Segura, realizada por agentes da EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação), guardas municipais e policiais civis. No local, o motorista foi autuado mais uma vez por não apresentar os documentos em condições regulares.

Além das infrações de diversos tipos que nunca foram pagas, a documentação — licenciamento e IPVA — do veículo também nunca foi quitada. Por isso, para recuperá-lo, o condutor terá de pagar os R$ 85 mil, ou seja, quase cinco vezes o valor do automóvel, que, segundo a tabela FIPE, vale cerca de R$ 18 mil, atualmente.

O carro foi levado para um depósito do Detran em Porto Alegre, de onde só sairá quando o valor for pago.

Nelter Queiroz se prepara para deixar o PMDB do palanque Lava Jato

Resultado de imagem para Nelter e Garibaldi Alves
Nelter vai dar adeus aos Alves, Garibaldi e Henrique

Nas conversas das rodas políticas é dada como certa a decisão do deputado estadual Nelter Queiroz em deixar o PMDB que o senador Garibaldi Alves assumiu à presidência na última sexta-feira (20).

Nelter Queiroz já acertou os ponteiros com o governador Robinson Faria. o deputado de Jucurutu exigiu o apoio do secretário de Recursos Hídricos e ex-prefeito de Assú, Ivan Júnior..

Depois que os Alves caíram em desgraça, Nelter será o primeiro a pular fora, ele sabe que quem ficar no palanque lava jato vai se dar mal..

Temer quer retaliar deputados aliados que não votarem contra denúncia

Estadão Conteúdo

O governo está disposto a retaliar os deputados da base aliada que não apoiarem o presidente Michel Temer na votação da segunda denúncia contra ele, marcada para quarta-feira, no plenário da Câmara. Em reunião realizada na noite deste domingo, 22, com Temer, no Palácio da Alvorada, ministros e líderes governistas avaliaram que a votação representará o mais importante teste de fidelidade da base e servirá para medir com quem o Palácio do Planalto pode ou não contar de agora em diante.

Embora a ameaça não esteja sendo feita publicamente, auxiliares de Temer afirmam que os infieis perderão cargos no governo, o que pode levar à necessidade de uma reforma ministerial. O diagnóstico é que a pressão do Palácio do Planalto servirá para parlamentares indecisos reavaliarem posições, porque os partidos não vão querer perder postos estratégicos às vésperas de um ano eleitoral.

Ministro do STF discute com internautas sobre abordagem do tráfico em novela

Estadão Conteúdo

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), usou a sua conta pessoal no Twitter na madrugada deste domingo (22) para criticar a abordagem do tráfico de drogas na novela “A força do querer”, cujo último capítulo foi reprisado no último sábado (21).

Antes de se tornar ministro do STF, Moraes foi secretário de Segurança Pública do Estado de São Paulo no governo Geraldo Alckmin e ministro da Justiça no governo de Michel Temer. Moraes já foi filmado com um facão em mãos cortando pés de maconha no Paraguai.

Na novela de Glória Perez, um dos maiores sucessos recentes de audiência da TV Globo, a atriz Juliana Paes interpretou a mulher de um traficante.

“Vocês concordam com o glamour do tráfico de drogas, banhado a sangue contra o trabalho sério do povo brasileiro?”, questionou Moraes no Twitter.

Um internauta criticou a postura de Moraes nas redes sociais e afirmou que “jogar com as paixões populares sobre um ou outro crime não é papel de ministro do STF”. Um outro internauta escreveu que “o pior mesmo é quando pessoas como você apoiam nossa política falida de guerra às drogas que leva milhares de brasileiros à morte todos os anos”.

“Pelo jeito para você é melhor milhares morrerem. Talvez seja melhor trabalhar”, rebateu Moraes. “A Constituição criminaliza o tráfico de drogas. Leia um pouco”, completou o ministro.

Irônico, um outro internauta escreveu que na “próxima novela vamos ver a glamourização da política corrupta, participação especial STF”.

A TV Globo não havia se pronunciado sobre as críticas de Alexandre de Moraes à novela até a publicação deste texto.

Votação da denúncia contra Temer deve dominar debates desta semana na Câmara

Agência Brasil

A discussão e votação do parecer do deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG), que é contra a admissibilidade da denúncia contra o presidente Michel Temer e os ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha, e da Secretaria-Geral, Moreira Franco, vão dominar os debates desta semana na Câmara dos Deputados. A votação do parecer, que foi aprovado na Comissão de Constituição e de Justiça (CCJ) por 39 votos a 26, com uma abstenção, está prevista para quarta-feira (25), e a sessão começa às 9h.

De acordo com as normas divulgadas pela Câmara, iniciada a ordem do dia, o relator Bonifácio de Andrada terá 25 minutos para falar. Em seguida, os três advogados de defesa terão também 25 minutos para apresentar suas justificativas. Os deputados que se inscreverem para discutir a denúncia terão 5 minutos, cada um, com alternância entre parlamentares contra e a favor do parecer. Depois que quatro deputados falarem é permitida a apresentação de requerimento de encerramento das discussões, o qual será votado, desde que haja pelo menos 257 parlamentares no plenário. A aprovação se dará por maioria dos presentes.

Câmara de Natal reproduz episódios da Câmara dos Deputados; Raniere é o Eduardo Cunha natalense e Cícero Martins o Marun de Raniere

Resultado de imagem para Deputado Marun e Eduardo Cunha
Deputado Marun foi o maior defensor e fiel escudeiro de Eduardo Cunha…

A Câmara Municipal de Natal está reproduzindo um cenário parecido com da Câmara dos Deputados no episódio que envolveu o então presidente Eduardo Cunha.

Como na Câmara dos Deputados o ex-presidente Eduardo Cunha tinha sua tropa de choque, aqui na Câmara Municipal de Natal o presidente Raniere Barbosa, afastado judicialmente acusado de desviar recursos públicos da Prefeitura de Natal na Operação Cidade Luz e de participar de uma organização criminosa, também tem seus escudeiros. O vereador Cícero Martins fazendo cometário aqui no Blog do Primo disse que a denúncia do Ministério Público é fraca pelo fato de inicialmente ser denunciado um desvio de R$ 22 milhões, mas, agora, o desvio é de apenas R$ 2 milhões, como se diminuindo o montante do valor do dinheiro surrupiado também diminui o crime cometido pode-se revogar o afastamento como foi o caso do senador Aécio Neves reprovado por grande maioria da opinião pública. Assim como na Câmara dos Deputados na Câmara Municipal de Natal existem manobras articulações e em torno dos interesses políticos. Cada grupo tem seus líderes que orientam os demais parlamentares.

Na Câmara dos Deputados o maior e fiel defensor de Eduardo Cunha foi o deputado Carlos Marun do PMDB tido como grande defensor de Eduardo Cunha que foi acusado e afastado pela justiça e preso na Polícia Federal; Marum hoje é o maior defensor de Temer que também foi denunciado por crime de corrupção.  Aqui na Câmara Municipal de Natal, o maior defensor de Raniere Barbosa é o vereador Cícero Martins, que apresentou um requerimento provocando discussão sobre o retorno de Raniere ao exercício ao mandato e presidência da Casa. Para Cícero Martins o vereador Raniere tem que voltar à Câmara Municipal pela força dos vereadores independente dos crimes que foi acusado. Defendendo Raniere, o vereador Cícero Martins chegou ao ponto de acusar o Ministério Público de não investigar as “roubalheiras” que estão sendo praticadas na gestão do prefeito Carlos Eduardo Alves a quem ele considera um despreparado e que faz uma gestão “sebosa”  e disparou afirmando que Carlos Eduardo Alves faz uma “política podre, desonesta e humilhante de Natal”. Para Cícero que não é o senador romano, mas o vereador natalense, o vereador Raniere vem sendo perseguido pelo Ministério Público e Carlos Eduardo Alves..

Raniere e Cícero Martins unidos na mesma causa

Quarta-feira o requerimento deverá ser votado e aprovado.. Alguns vereadores estão com vergonha de votar a favor, mas a pressão é grande. Dois vereadores que não querem revelar seus nomes, disseram ao Blog do Primo que está havendo ameaças de demissões dos seus indicados quando Raniere voltar à presidência.

O Ministério Público está de olho na movimentação dos vereadores Cícero Martins e Raniere Barbosa, qualquer sinal de obstrução de justiça medidas duras poderão ser requeridas ao juiz que preside o processo..

 

 

 

 

Pior que o RN: governador decreta falência do Piauí anulando todos os empenhos de pagamentos aos fornecedores e prestadores de serviços

Resultado de imagem para Wellington Dias
Governador Wellington Dias

O governador do estado do Piauí, Wellington Dias baixou decreto anulando todos os empenhos não liquidados, decretando de vez  a falência financeira do estado do Piauí.

A repercussão da medida é devastadora para os fornecedores e prestadores de serviços ao Estado.

Esse é um sinal do que poderá ocorrer em vários estados no Brasil.

Veja o decreto:

Felipão poderá processar governo Temer por campanha

Técnico do 7 a 1 deve ser comparado a presidente cassada Dilma RouseffO técnico Felipão vai esperar para ver a campanha que o governo federal promete lançar nos próximos dias nas redes sociais, comparando-o com a presidente cassada Dilma Rousseff, para avaliar o conteúdo da peça. Caso entenda que sua imagem está sendo arranhada, pretende processar a União.

“Se a campanha usar o nome do treinador, ou sua imagem, de forma pejorativa, ele responderá pública e judicialmente contra o governo Temer”, informou à reportagem a assessoria do treinador.

A informação de que o presidente Michel Temer prepara uma campanha mais agressiva nas redes para atacar a gestão petista e fazer um contraponto com a sua administração foi revelada na quinta (19) pela Coluna do Estadão.

A campanha será inspirada na derrota do Brasil para a Alemanha, por 7 a 1, na Copa do Mundo de 2014 e destacará a reviravolta do time depois da mudança de comando. Dilma será comparada a Felipão. Já Temer, a Tite, atual técnico do Brasil. As peças ainda vão mostrar obras paradas que Temer herdou pós-impeachment.

Procurado pela reportagem, Tite não respondeu até a conclusão desta edição. (AE)

Com medo de desgastes, pré-candidatos ao Governo do RN não querem aliança com Garibaldi e José Agripino

Resultado de imagem para Garibaldi Alves e José agripinoOs senadores José Agripino e Garibaldi Alves estão com um grande problema para eleição de 2018.

Desgastados por várias denuncias do Ministério Público Federal e investigações da Polícia Federal por suspeitas de envolvimentos recebimento de propinas e práticas de corrupção, os senadores estão na eminência de não terem candidato ao governo do RN.

Tudo pelo fato dos atuais pré-candidatos não manifestarem o desejo de receberem o apoio de Garibaldi e Agripino.

Os candidatos ao Governo do Estado não querem o apoio dos senadores por que sabem que eles poderão contaminar o palanque com suas rejeições e desgastes..

Comenta-se que Carlos Eduardo Alves está fugindo do seu primo Garibaldi Alves como o diabo foge da cruz.

O desembargador Claudio Santos tem sido procurado pelos senadores ‘lava jato’, como estão sendo chamados Garibaldi e Agripino, mas procura educadamente evitar aproximação.

A senadora Fátima Bezerra até por divergências ideológicas e políticas não quer passar nem perto da dupla de senadores.

Pode sobrar Robinson, mas será que o governador quer?

Especialistas em política tem dito que onde os senadores ‘lava jato’ estiverem, a derrota do candidato será eminente.

Uma coisa é certa, seja qual for o palanque dos senadores Garibaldi e Agripino esse será chamado de ‘palanque lava jato’. Diante desse quadro, os senadores serão forçados a inventar um candidato ao governo em 2018..