Todos os posts de renato renato

Júlio César de Ceará-Mirim confirma apoio a Fátima

Ex-vereador e candidato a prefeito de Ceará-Mirim nas últimas duas eleições, o ex-diretor do Detran-RN, Júlio César, confirmou apoio de seu grupo a Fátima Bezerra no segundo turno da eleição do Governo do Estado. Na sexta-feira (19), ele fez uma grande reunião no município com vereadores, suplentes e amigos com o candidato a vice-governador, Antenor Roberto. Já neste sábado (20) esteve a senadora Fátima para a reunião final para apresentar vereadores, suplentes, a equipe que aderiu ao projeto de Fátima pelo futuro de melhorias para o município.

“Recebi o convite para apoiar Fátima no segundo turno. Aderimos ao respeito ao apoio que recebi da senadora e do PT nas duas eleições que disputei. Votei em Fátima para Senadora. Fomos convidados e na certeza que teremos trabalho em favor de nosso município”, comenta Júlio César.

Na reunião de sexta-feira, participaram do anúncio: o vice candidato ao Governo com Fátima, Antenor Roberto, ex-secretário de Esportes, Canindé de França, os vereadores de Ceará Mirim, Carlão, Arnaldo e Ronaldo Venâncio. Os suplentes de vereadores também estavam presentes, tais como: Dr. Marconi, Erineide, Elizete, Simone Dantas, José Marcio, Campina, Dedé da Fick Frio, Geisha de Itamar, André Ribeiro, Renan Cruz, Tertuliano, Kaio Amigo, Renato de Mangabeira, Yassonara do Sindicato. Não estiveram presentes, mas estão no grupo de apoio ainda os suplentes de vereadores: Irma Lúcia e Climério de Muriú. Participaram também o ex-prefeito de Taipú, Louvado, ex-vereadores Dedé Luz, Dra. Leonor, Raimundo Elias, Claudia Roberta e Damião de Caiana.

Benes emite nota respondendo ataques de pessoas da família Alves

A família Alves está saindo da política da maneira mais deplorável possível

O deputado federal Benes Leocádio emitiu e divulgou nota sobre os ataques que tem recebido de integrantes do baixo clero da família Alves que está no poder há 60 anos e nesta eleição com a derrota eminente de Carlos Eduardo Alves poderá ser banida da política potiguar.

Atacado pelo um tal de Gustavo Rocha, sobrinho-primo do ex-presidiário Henrique Alves e pela mulher do candidato a governador Carlos Eduardo Alves, Andréa Ramalho que é neta de Radir Pereira que foi traído pelos Alves na eleição de 1978..

Antes de sofrer os ataques, Benes foi cortejado por Carlos Eduardo Alves para apoiá-lo, como decidiu apoiar Fátima Bezerra, os Alves despeitados não tiveram respeito nem mesmo a dor que a família de Benes passa com o falecimento do seu filho assassinado recentemente..

Confira a nota na íntegra

Carta de Benes Leocádio

É com profundo respeito que me dirijo a vocês, eleitores e famílias que me deram o honroso voto de confiança e me fizeram deputado federal eleito.

Minhas convicções, sonhos e compromissos assumidos com o povo do Rio Grande do Norte estão intactos.

Fui eleito para legislar e representá-los na Câmara Federal, onde serei liderado de vocês e instrumento da vontade da maioria.

Peço que não façam julgamentos antecipados da nossa atuação nessa trincheira de luta para a qual me delegaram tão nobre missão.

Em Brasília, defenderemos propostas duras de combate à insegurança, entre elas a redução da maioridade penal. Algumas das nossas ideias estão alinhadas inclusive com o que pensa o futuro presidente da República, Jair Bolsonaro, em quem já declarei meu voto.

Lamento a exploração do nosso sofrimento associando a perda trágica do meu filho à qualquer decisão política tomada. É uma exposição acéfala, que reflete o triunfo da intolerância sobre o diálogo e a compreensão.

A decisão política do nosso grupo é estadual. E não vai interferir nos nossos propósitos de atuação no Congresso.

É importante ainda destacar que tanto o PT de Fátima Bezerra como o PDT de Carlos Eduardo posicionam-se nacionalmente contra a redução da maioridade penal. Olhando por este viés, como muitos estão analisando, seria Benes Leocádio forçado a cruzar os braços na eleição estadual?

Não! Eu sou homem de posições.

Quem me conhece sabe que faço política com correção, lealdade e respeito à decisão da maioria.

Sou parte de um grupo político que, democraticamente, decidiu apoiar Fátima para governadora do RN.

Não poderia agir diferente neste momento.

Mas não sou o dono da verdade.

Inclusive, me dirijo especialmente a todos vocês que estão demonstrando insatisfação: Estou escutando e refletindo, com serenidade, todas as opiniões, críticas e até ataques sofridos.

Acima de tudo, eu respeito quem pensa diferente de mim.

Reitero o pedido para que não façam julgamentos antecipados.

Fiquem com Deus.

Um abraço e muito obrigado !

Benes Leocádio

Ex-primeira dama espalha brasa aumentando rejeição do seu marido candidato

Conhecida como uma pessoa de temperamento forte, que gosta de falar além da conta, nada recatada politicamente, sempre querendo e exigindo do marido exercer cargos públicos, a mulher do ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, Andréa Ramalho está sendo apontada como uma das responsáveis pela derrota do marido.

Não que uma mulher não possa falar, mas ela tem falado muito e quando fala prejudica o marido.. Ultimamente ela postou críticas ao deputado eleito Benes Leocádio por ele ter decidido apoiar a candidata Fátima Bezerra.. O pior da verborragia da Andréa foi o fato dela fazer referência ao assassinato que vitimou o filho adolescente de Benes., atitude que está sendo repudiada pela sociedade potiguar..

Colaboradores da campanha de Carlos Eduardo Alves estão preocupados e tentando fazer com que Andreia tenha mais comedimento ao fazer declarações..

Ela chegou ao ponto de se referir ao deputado Benes como “esse moço”.

Confira:

Deputado saco preto Rogério Marinho virou cabo eleitoral de Carlos Eduardo Alves

Ele tem sido o mais radical e entusiasmado colaborador da campanha de Carlos Eduardo Alves, Rogério Marinho foi escalado para conseguir recursos financeiros para campanha de Alves.

Derrotado em sua reeleição, o deputado Rogério Marinho, conhecido como o maior inimigo do trabalhador e dos professores deverá ser secretário de Carlos Eduardo Alves caso seja eleito governador..

Depois de fazer muitas críticas ao então prefeito Carlos Eduardo Alves na campanha de 2012 quando disputaram a Prefeitura de Natal, Rogério diz que votará em Carlos Alves ‘por amor ao RN”.

 

Deputado Raimundo Fernandes deixa Carlos Eduardo Alves passando para o lado de Fátima Bezerra

Deputada e filha de Wilma, Márcia Maia também acompanhou o deputado Raimundo Fernandes

O experiente deputado estadual Raimundo Fernandes que apoiou o candidato a governador Carlos Eduardo Alves depois de ouvir o povo da Região da Tromba do Elefante decidiu mudar e passou a apoiar a candidata Fátima Bezerra.

Raimundo Fernandes tem confidenciado que Carlos Eduardo Alves não está sequer cumprindo os compromissos de campanha, assim, certamente não vai cumprir os compromissos de governo..

Analistas políticos dizem que o deputado Raimundo Fernandes ao romper com Carlos Eduardo Alves é o fim da sua candidatura ao governo..

Confira o desespero dos Alves com o banimento da família da política potiguar

Henrique Alves depois que foi preso está fora da política com uma montanha de processos, Garibaldi Alves foi derrotado para o Senado, sobra apenas Carlos Eduardo Alves que é candidato a governador estando perdendo nas pesquisas que revelam uma maioria de cerca de 140 mil votos… Diante disso, algumas caveiras da família Alves, desesperados por perderem suas boquinhas, então esperneando nas rede sociais.. Walter Alves, segundo especialistas, será deputado de apenas esse mandato, quase que não se elege nesta eleição..

Uma é a mulher de Carlos Eduardo Alves, Andreia Ramalho, o outro é o primo de Carlos Eduardo, Gustavo Rocha .. Ambos estão com desesperados e revoltados.. A moleza está acabando, agora os Alves terão que trabalhar muito fora do poder..
Pela primeira vez em 60 anos, os Alves ficarão fora do poder..
Confira o primo de Carlos Eduardo Alves ruminando desespero:

Andreia Ramalho:

 

Escândalo de mensagens anti-PT no WhatsApp constrange TSE

A presidente do TSE, Rosa Weber, em reunião com Luis Roberto Barroso e Edson Fachin e os advogados das campanhas de Jair Bolsonaro (PSL) e de Fernando Haddad (PT)O escândalo do disparo de mensagens anti-PT nas redes bancado por empresas de forma ilegal, revelado pela Folha, e a disseminação generalizada de fake news nas eleições já está causando constrangimento no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), que não consegue responder ao fenômeno.

Em meio à confusão, magistrados acusam a presidente do TSE, Rosa Weber, de pouco jogo de cintura ao lidar com a situação e com os próprios colegas.

Na quarta (17), Rosa fez reunião com os representantes das campanhas de Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) e convidou apenas dois ministros para o encontro: Luís Roberto Barroso e Edson Fachin, que são também, como ela, integrantes do STF (Supremo Tribunal Federal).

Os outros magistrados, que integram também outros tribunais ou que representam a advocacia, foram preteridos.

NA MESMA

Um deles afirmou à coluna, sob a condição de anonimato, que Rosa revelou preconceito e que “não existem castas de ministros no TSE”. O barco, se um dia afundar, diz ele, leva todos os magistrados juntos.

Candidatura de Carlos Eduardo Alves naufragou, poderá terminar só com Andréa Ramalho

 

Carlos Eduardo Alves está sentindo falta do primo Henrique Alves e do amigão Eduardo Cunha para ajudá-lo..

Nesta sexta-feira o barco de Carlos Eduardo Alves afundou, políticos de peso observando as correntes eleitorais resolveram pular para o barco da candidata Fátima Bezerra.

Sabendo que Fátima está consolidada, os deputados estaduais Ezequiel Ferreira de Souza, Galeno Torquato, Dison Lisboa, Eudiane Macedo, Ubaldo Bezerra, Bernardo Amorim e o residente da Câmara Municipal de Natal Paulinho Freire declararam voto para Fátima Bezerra..

Além dos deputados, cerca de 40 prefeitos já aderiram à candidatura de Fátima Bezerra..

 

Pesquisas maquiadas de Carlos Eduardo Alves para criar sensação de crescimento

Resultado de imagem para Carlos Eduardo Alves e Temer
Carlos Eduardo Alves tem o apoio de Temer e Garibaldi Alves

Sem discurso e força eleitoral para evitar uma derrota para Fátima Bezerra, o candidato Carlos Eduardo Alves passou a usar pesquisas maquiadas para criar uma falsa sensação do crescimento de sua candidatura.

Com todas pesquisas sérias apontando uma vitória de Fátima Bezerra por uma maioria estaminada em 130 mil votos, Carlos Eduardo Alves invetou de divulgar pesquisas feitas por telefone..

Mas, a Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa (Abep) contesta e reprova essa metodologia. ,

“Os levantamentos e coletas de opiniões realizados por meio de ligações telefônicas, para pesquisas eleitorais de intenção de voto, não são recomendadas para esse fim”, garante a ABEP..

Segundo a Abep, essas pesquisas “nem sempre retratam com fidelidade a percepção real da maioria dos eleitores, em função da falta de listagens exaustivas dos números de telefone, principalmente os dos celulares”.