Arquivo da categoria: Babada Cabeluda

Após 35 anos, Globo demite José Mayer, acusado de assédio sexual

José Mayer em A Lei do Amor; contrato do ator com a Globo venceu em dezembro e não foi renovado - João Miguel Jr.TV Globo

DANIEL CASTRO e LUCIANO GUARALDO

O contrato do ator José Mayer com a Globo venceu em dezembro e não foi renovado. Acusado de assediar sexualmente uma figurinista no início de 2017, Mayer estava na geladeira da emissora desde o final da novela A Lei do Amor, na qual interpretou o vilão Tião. É o fim de uma relação iniciada há 35 anos.

Procurada pelo Notícias da TV, a Globo confirmou a informação. “Depois de mais de 35 anos de uma trajetória iniciada na novela ‘Guerra dos Sexos’, em 1983, com participação em mais de 40 obras, entre novelas, séries, minisséries e especiais, a Globo e o ator José Mayer informam o fim da parceria, de comum acordo, no final de 2018”, afirmou a emissora em nota.

Mayer foi denunciado pela assistente de figurino Susllem Tonani, que relatou em março de 2017 que ele teria a assediado durante as gravações de A Lei do Amor. No texto, escrito em primeira pessoa, a profissional de 28 anos disse que o assédio começou oito meses antes, com frases do tipo “Como você é bonita” e “Como você se veste bem”, que logo evoluíram para “Fico olhando a sua bundinha e imaginando seu peitinho”.

Em fevereiro de 2017, dentro de um camarim dos Estúdios Globo e na frente de duas camareiras, Mayer teria colocado a mão esquerda na genitália de Susllem, que decidiu denunciar a agressão à emissora. Com o fim de seu contrato para trabalhar na produção de A Lei do Amor, Susllem levou seu drama à imprensa.

Sensibilizadas pela situação que a figurinista enfrentou, funcionárias e atrizes da Globo fizeram um protesto na emissora, vestindo uma camiseta com a frase “Mexeu com uma, mexeu com todas”, e com a hashtag #chegadeassédio. Atrizes como Alice Wegmann, Bruna Linzmeyer, Mariana Xavier e Drica Moraes se posicionaram contra o machismo de Mayer em seus perfis nas redes sociais.

Depois de muita pressão, Mayer admitiu que errou em carta que foi lida no Jornal Hoje de 4 de abril daquele ano. Ele pediu desculpas por sua atitude e afirmou que pretendia mudar sua forma de pensar e agir.

“Eu errei. Errei no que fiz, no que falei, e no que pensava. A atitude correta é pedir desculpas. Mas isso só não basta. É preciso um reconhecimento público que faço agora. Mesmo não tendo tido a intenção de ofender, agredir ou desrespeitar, admito que minhas brincadeiras de cunho machista ultrapassaram os limites do respeito com que devo tratar minhas colegas”, disse no início do texto.

O ator ainda declarou que recebeu educação machista e que aprendeu muito mais sobre respeito após a denúncia vir à tona do que ao longo de seus então 67 anos –hoje, ele tem 69. “A única coisa que posso pedir a Susllem, às minhas colegas e a toda a sociedade é o entendimento deste meu movimento de mudança”, admitiu.

Apesar da coragem em abrir o jogo sobre o ocorrido, Susllem não deu continuidade à denúncia contra o ator na Justiça. Ela alegou no ano passado que foi “extremamente inibida por um delegado” logo após sua denúncia.

Sem perdão
A atitude de José Mayer não foi perdoada pela Globo. A emissora proibiu seus autores e diretores de escalarem o ator para qualquer produção. Aguinaldo Silva tentou emplacá-lo em O Sétimo Guardião duas vezes, sem sucesso. Na primeira, queria dar a ele o papel de Olavo, que ficou com Tony Ramos. Depois, tentou escalá-lo para viver o mendigo Feliciano, que ficou com (Leopoldo Pacheco).

Avião rompe barreira do som em Caicó e o povo quase morre de susto; ouça áudios

Diego Campelo

A Cruzex 2018, simulação aérea de exercícios de guerra envolvendo 12 países e mais de 100 aeronaves no Rio Grande do Norte deu o que falar na Região Seridó no último fim de semana. Na sexta-feira (23), o treinamento aéreo executado na cidade de Caicó-RN tornou-se motivo de pânico após um caça supersônico que fazia manobras em velocidades supersônicas na região ultrapassar a barreira do som. Um estrondo foi ouvido em várias cidades da região e causou o maior rebu nas cidades.

O assunto virou pauta nas esquinas, nos bares, no trabalho e, principalmente, nas redes sociais. Todo mundo ficou especulando o que teria sido aquele som tão alto, tal qual ninguém da região havia ouvido antes. Os áudios que passaram a circular no WhatsApp dão uma dimensão do que a população sentiu.
Fonte: Todo Natalense

A Vida De Michelle Bolsonaro antes e Depois De Jair

primeira-dama não é considerada integrante da administração federal e nem recebe salário. Mas ela costuma ter um papel importante para a sociedade. Tradicionalmente, ela lidera ou participa de campanhas de caridade. No momento, quem ocupa a posição no Brasil é Marcela Temer, casada com o presidente Michel Temer.

Porém, o posto será ocupado por outra mulher no próximo ano. O primeiro turno de votações está marcado para o dia 7 de outubro e tudo indica a que haverá um segundo turno. Então, não sabemos ainda quem será a próxima primeira-dama.

Neste momento, o deputado federal Jair Bolsonaro, de 63 anos, é quem aparece em primeiro lugar nas pesquisas de opinião. Mas você sabe quem é a esposa do candidato que vem liderando as pesquisas presidencial de 2018? Separamos algumas curiosidades sobre a mulher que pode se tornar a primeira-dama do Brasil no próximo ano.

A discreta Michelle

Reprodução/Facebook

Evangélica, mãe, avessa aos holofotes e dona de um estilo simples. Michelle de Paula Firmo Reinaldo é casada no papel desde 2007 com o presidenciável mais polêmico do momento, Jair Bolsonaro. Blindada pelo marido e também muito discreta, ela é pouco vista publicamente. Mas a seguir vamos traçar o perfil desta mulher que pode ocupar o posto de primeira-dama do Brasil a partir do próximo ano.Você vai se surpreender com algumas informações!

Justiça mexicana abre caminho para uso recreativo da maconha

O México deu um passo fundamental para legalizar o uso recreativo da maconha. Nesta quarta-feira, a Suprema Corte de Justiça deu razão aos três autores de uma ação que alegavam a inconstitucionalidade da atual legislação antidrogas.

A decisão se refere especificamente a vários artigos da Lei Geral da Saúde que proíbem a produção, transporte e consumo da cânabis. A decisão do tribunal, a quinta nesse sentido, elimina a proibição para os autores e abre as portas a uma mudança na lei que finalmente autorize o consumo recreativo da maconha no país.

A foto condenada

Pense numa foto azarada, todos os figurantes levaram lamboradas nesta eleição..

Marcelo Queiroz perdeu como suplente de senador, José Agripino não foi eleito deputado federal, Álvaro Dias não elegeu o filho, Garibaldi Alves foi derrotado e Gustavo Fernandes não se reelegeu. Só falta Carlos Eduardo Alves perder para Fátima, as pesquisa revelam que ele levará uma surra com mais de 100 mil votos de Fátima Bezerra.. 

Papa Francisco diz que ‘populismo deve servir às pessoas e não incitar o ódio’

Papa Francisco recomendou um populismo do tipo cristão, depois de ser atacado por políticos italianos por defender os imigrantes. A uma multidão de cerca de 100 mil pessoas reunidas para uma missa ao ar livre, Francisco afirmou neste sábado que “o único populismo possível” é o do modelo cristão, que “ouve e serve ao povo, sem gritar, acusar e incitar brigas”.

O papa falou em Palermo, capital da Sicília, neste sábado. Centenas de milhares de imigrantes resgatados no mar Mediterrâneo nos últimos anos foram levados para os portos da ilha. Francisco defendeu com firmeza os direitos dos imigrantes.

O novo governo populista da Itália tem tentado desencorajar a chegada de mais imigrantes ao país. O ministro do Interior italiano, Matteo Salvini, insiste que as pessoas que forem resgatadas no mar de barcos de traficantes não terão permissão de entrada na Itália. A posição de Salvini sobre a imigração contrasta com os pedidos de solidariedade de Francisco, mas pesquisas de opinião indicam que sua popularidade está aumentando.

Durante a visita à Palermo, para homenagear um padre morto pela máfia por tentar proteger jovens do crime organizado, o papa também se dirigiu aos membros do grupo, pedindo que renunciassem à busca de poder e dinheiro. “Digo aos mafiosos: mudem, irmãos e irmãs. Parem de pensar em vocês mesmos e no seu dinheiro. Vocês sabem, uma mortalha funeral não tem bolsos. Você não pode levá-lo com vocês”, falou Francisco, durante sua homilia.

A viagem de um dia de Francisco à ilha do Mediterrâneo, onde a Cosa Nostra está enraizada, marca o 25º aniversário do assassinato Padre Giuseppe “Pino” Puglisi, que foi declarado mártir pelo Vaticano e beatificado em 2013, último passo formal antes da possível declaração de santidade.

Dezenas de milhares de pessoas aplaudiram Francisco. Um grupo de jovens estendeu uma faixa que dizia “Vamos renovar a Igreja”. A declaração ocorre em um momento de pressão crescente para que o papa diga o que sabe sobre a conduta sexual imprópria do cardeal e arcebispo emérito dos EUA, Theodore McCarrick, que recentemente foi suspenso do exercício público de seu ministério sacerdotal.