Arquivo da categoria: Babada Cabeluda

Papa Francisco diz que ‘populismo deve servir às pessoas e não incitar o ódio’

Papa Francisco recomendou um populismo do tipo cristão, depois de ser atacado por políticos italianos por defender os imigrantes. A uma multidão de cerca de 100 mil pessoas reunidas para uma missa ao ar livre, Francisco afirmou neste sábado que “o único populismo possível” é o do modelo cristão, que “ouve e serve ao povo, sem gritar, acusar e incitar brigas”.

O papa falou em Palermo, capital da Sicília, neste sábado. Centenas de milhares de imigrantes resgatados no mar Mediterrâneo nos últimos anos foram levados para os portos da ilha. Francisco defendeu com firmeza os direitos dos imigrantes.

O novo governo populista da Itália tem tentado desencorajar a chegada de mais imigrantes ao país. O ministro do Interior italiano, Matteo Salvini, insiste que as pessoas que forem resgatadas no mar de barcos de traficantes não terão permissão de entrada na Itália. A posição de Salvini sobre a imigração contrasta com os pedidos de solidariedade de Francisco, mas pesquisas de opinião indicam que sua popularidade está aumentando.

Durante a visita à Palermo, para homenagear um padre morto pela máfia por tentar proteger jovens do crime organizado, o papa também se dirigiu aos membros do grupo, pedindo que renunciassem à busca de poder e dinheiro. “Digo aos mafiosos: mudem, irmãos e irmãs. Parem de pensar em vocês mesmos e no seu dinheiro. Vocês sabem, uma mortalha funeral não tem bolsos. Você não pode levá-lo com vocês”, falou Francisco, durante sua homilia.

A viagem de um dia de Francisco à ilha do Mediterrâneo, onde a Cosa Nostra está enraizada, marca o 25º aniversário do assassinato Padre Giuseppe “Pino” Puglisi, que foi declarado mártir pelo Vaticano e beatificado em 2013, último passo formal antes da possível declaração de santidade.

Dezenas de milhares de pessoas aplaudiram Francisco. Um grupo de jovens estendeu uma faixa que dizia “Vamos renovar a Igreja”. A declaração ocorre em um momento de pressão crescente para que o papa diga o que sabe sobre a conduta sexual imprópria do cardeal e arcebispo emérito dos EUA, Theodore McCarrick, que recentemente foi suspenso do exercício público de seu ministério sacerdotal.

William Bonner proíbe divulgação de imagens do casamento com Natasha Dantas; filhos comemoram em bar em SP

por Bruno Meier

BOL

por Bruno Meier

Sem alarde, o jornalista William Bonner e a fisioterapeuta Natasha Dantas, agora Bonemer (sobrenome oficial de Bonner), se casaram na tarde deste sábado, em São Paulo. A cerimônia foi restrita à família e a poucos amigos e aconteceu na casa da mãe dele, Maria Luiza Bonemer.

O casamento foi secreto e discreto. Diferente da efervescência em redes sociais quando uma personalidade do porte de Bonner se casa, o apresentador do Jornal Nacional aconselhou os mais próximos a evitar a propagação de imagens da cerimônia e festa. Por isso, os smartphones eram autorizados na entrada, mas os vídeos e fotos não eram compartilhados, nem mesmo nas funções Stories do Instagram. Até mesmo a imprensa especializada foi pega de surpresa quando a primeira foto começou a circular.

A única convidada que “descumpriu” a vontade do novo casal foi a própria nora do noivo: Thalita Martins, namorada de Vinícius Bonemer, filho do apresentador do JN, entregou o casamento secreto ao publicar um vídeo segurando o buquê e “anunciando” que ela seria a próxima noiva. “Save the date”, escreveu a nora de Bonner. Natasha Dantas comentou a brincadeira da nora do marido: “Já quero”.

As filhas de Bonner, Beatriz e Laura, e as sobrinhas do apresentador, Isabel e Luiza Tenente, também prestigiaram o casamento. Luiza parece seguir os passos do tio: é a única da família que está na televisão. Ela apresenta as pílulas “G1 em 1 Minuto”, na Globo.

A continuação da comemoração do casório de William Bonner e Natasha Dantas foi diferente para a ala jovem da seleta lista. Os filhos e sobrinhos de Bonner decidiram festejar em um bar na Vila Madalena.

Bonner e a namorada deram entrada nos documentos do casamento em junho, no 5º Cartório de Registro Civil, em Botafogo, no Rio. O cartório confirmou a informação e o processo, feito nos nomes de William Bonemer Júnior e Natasha Vieira Dantas.

William Bonner foi o primeiro a aparecer acompanhado, após o fim do casamento de 26 anos com Fátima Bernardes. A primeira aparição de Bonner com a então nova namorada aconteceu onze meses depois do anúncio do término de seu casamento, feito no Twitter após uma edição do JN: o jornalista e Natasha apareciam juntos numa mesa de canto num restaurante pacato no bairro carioca do Horto.

As mulheres de Bonner: Thalita (nora), Laura (filha), Luiza (sobrinha), Bel (sobrinha) e Bia (filha) (Foto: reprodução instagram)

Thalita Martins, nora de William Bonner, pega buquê de casamento da noiva do jornalista e brinca com o namorado, Vinícius Bonemer (Foto: Reprodução/Instagram)

STF marca para 28/8 julgamento em que Bolsonaro pode virar réu por racismo

Felipe Amorim

Do UOL, em Brasília

O julgamento da denúncia por racismo contra o deputado Jair Bolsonaro (PSL) no STF (Supremo Tribunal Federal) foi agendado para a próxima terça-feira (28), atendendo a pedido do próprio candidato à Presidência da República. A pauta entrou no calendário da 1ª Turma da Corte no início da noite desta quinta-feira (23).

O ministro Marco Aurélio Mello, relator da ação no tribunal, já havia acatado demanda de Bolsonaro e proposto que o julgamento do deputado federal fosse antecipado do dia 4 de setembro para o dia 28. Cabe ao ministro Alexandre de Moraes, presidente da Turma, pautar o calendário de julgamentos.

Além de Moraes e Marco Aurélio, compõem a 1ª Turma Rosa Weber, Luís Roberto Barroso e Luiz Fux. Os cinco ministros vão decidir se aceitam a denúncia oferecida pela PGR (Procuradoria-Geral da República) e abrem um processo penal contra Bolsonaro, o que o transformaria em réu.

Bolsonaro foi denunciado em abril ao STF sob a acusação da prática de racismo contra quilombolas, indígenas, refugiados, mulheres e LGBTs (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros).