Arquivo da categoria: Esporte

PIS/Pasep: Começa a 2ª fase de saque do abono para todas as idades

 

Caixa: Pagamento do 7º lote do PIS/Pasep de 2016 começa nesta quinta-feiraEXAME

Por Marília Almeida

São Paulo – A Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil iniciam nesta terça-feira (14) a segunda fase de pagamento das cotas do PIS/Pasep para todas as idades. Q

uem retirar o dinheiro a partir de agora receberá 8,9741% a mais do que receberia na primeira fase. O rendimento anual do fundo ficou acima da inflação acumulada nos últimos 12 meses até junho, de 4,39%, segundo o IBGE. O valor médio a ser pago a cada cotista a partir de agora é de 1.493 reais, em média.

O saldo das cotas do PIS/Pasep que não foi sacado na primeira fase de pagamentos, que terminou no dia 29 de junho, foi corrigido durante o mês de julho. Historicamente, os pagamentos são suspensos no mês porque se considera que o encerramento do exercício ocorre no último dia útil de junho de cada ano. Para a reabertura do período seguinte, o banco precisa realizar diversos processamentos e, para isso, suspende os pagamentos durante um mês.

Presidente francês invade vestiário, beija taça e visita croatas após final

Resultado de imagem para Macron Copa final

Do UOL, em São Paulo (SP)

Poucas pessoas demonstraram tamanha felicidade com o bicampeonato da França quanto Emmanuel Macron. O presidente francês chamou a atenção na festa de comemoração ao invadir o vestiário, beijar a taça da Copa do Mundo e posar para fotos com destaques da conquista como Antoine Griezmann e Paul Pogba.

Copa 2018: Assista aos gols de França 4 x 2 Croácia

Macron entrou no clima de festa. O político mais importante da França até fez a dab dance com Pogba e Mendy, depois de cumprimentar jogador por jogador. Com Griezmann, o presidente francês não hesitou e beijou a taça.

Reprodução/Instagram/benmendy23
Macron faz o “dab dance” com Pogba e MendyImagem: Reprodução/Instagram/benmendy23

O político quebrou protocolo antes mesmo de ir aos vestiários. Antes de a taça chegar na mão do goleiro e capitão Lloris, responsável por ergue-la, Macron e a presidente croata, Kolinda Grabar-Kitarovi?, beijaram o troféu.

Emmanuel  Macron ainda visitou o vestiário croata para saudar os vice-campeões mundiais, em gesto elogiado pela federação da ex-república iugoslava. “Grande gesto do presidente francês, Emmanuel Macron, ao vir parabenizar os jogadores croatas depois da partida.”

Árbitro Argentino apitará final da Copa do Mundo

Resultado de imagem para árbitro argentino Néstor PitanaFifa anunciou nesta quinta-feira (12) que o árbitro argentino Néstor Pitana apitará a final da Copa do Mundode 2018, em 15 de julho, entre França e Croácia.

Os bandeirinhas serão Hernán Maidana e Juan Belatti, também da Argentina, enquanto o holandês Bjorn Kuipers foi designado como quarto árbitro.

Pitana, 43 anos, já apitou quatro jogos na Copa de 2018, incluindo a abertura, entre Rússia e Arábia Saudita, e os duelos entre Croácia e Dinamarca, pelas oitavas de final, e Uruguai e França, pelas quartas.

Ele será o segundo argentino a apitar uma final de Copa, após Horacio Elizondo, árbitro de Itália e França, em 2006. Já a disputa pelo terceiro lugar, entre Bélgica e Inglaterra, terá como juiz o iraniano Alireza Faghani.

Presidente da Croácia é sucesso na torcida e paga próprio ingresso na Copa

AFP BBC News

Após a Croácia eliminar nos pênaltis a anfitriã da Copa, a Rússia, no sábado, conquistando uma vaga para a semifinal desta quarta contra a Inglaterra, jogadores e membros da comissão técnica do país foram vistos celebrando, aos pulos, com uma mulher.

Loira, bonita, vestida de calça vermelha e camisa da seleção, engrossando o coro que cantava um verso patriótico (‘chame, apenas chame/todos os falcões /eles darão a vida por você’, em tradução livre), ela se destacava nas imagens compartilhadas na internet.

Mas o que muitos não imaginariam, é que se tratava da chefe de Estado do país, a presidente Kolinda Grabar-Kitarovic, de 50 anos.

É justamente o jeito despojado da mandatária, a primeira mulher a comandar a Croácia, que tem chamado a atenção de quem está acompanhando a Copa da Rússia.

Kolinda é uma das autoridades presentes aos jogos que mais atraíram comentários nas redes sociais – justamente por se portar como uma torcedora comum.

A mandatária tirou dias de folga – devidamente descontados de seu salário – para acompanhar algumas partidas da Croácia no Mundial. E, já que não viajou a trabalho, viajou para a Rússia assim como a maioria dos torcedores estrangeiros: em um voo comercial. Ela também pagou os ingressos do próprio bolso.

A própria Kolinda compartilhou a imagem em que aparece no avião ao lado de vários torcedores, com a legenda “vamos para a vitória”. Ela estava a caminho de Nizhny Novgorod para assistir à partida entre Croácia e Dinamarca, em 1º de julho.

Um dos torcedores no mesmo voo comentou o fato à agência de notícias Tass, da Rússia: “Ela gosta do esporte, e o que ela está fazendo é algo normal para um presidente. Ela pegou um voo com pessoas comuns, cumprimentou a todos. Eu gosto disso. Somos um país pequeno, mas é como um time.”

Na partida contra a Rússia, em Sochi, pelas quartas de final da competição, Kolinda foi identificada nas arquibancadas e levada para a tribuna de honra da Fifa.

Lá, assistiu ao jogo ao lado do primeiro-ministro russo, Dmitry Medvedev, e não deixou de comemorar quando a seleção croata passou à frente da Rússia por alguns minutos no placar durante a prorrogação. O vídeo de sua celebração viralizou. Ela também aparece comemorando um gol no estilo “toca aqui”, batendo mão com mão com o presidente da federação croata de futebol, o ex-jogador e artilheiro da Copa de 98, Davor Suker.

Kyle Griffin

@kylegriffin1

 Croatian President Kolinda Grabar-Kitarović dances in front of Russian Prime Minister Dmitri Medvedev during today’s match.

Quem é ela

Descrita como populista conservadora, Kolinda Grabar-Kitarovic, do partido União Democrática Croata (HDZ), foi eleita a primeira mandatária mulher do país em 2015, no segundo turno das eleições gerais, ao derrotar o candidato social-democrata e então presidente croata, Ivo Josipovic, com 50,54% dos votos.

Dois anos antes, em 2013, a Croácia, país de 4,1 milhões de habitantes (segundo o Banco Mundial) que declarou independência da antiga Iugoslávia em 1991, havia entrado para a União Europeia.

Antes de se tornar presidente, Kolinda seguia carreira diplomática. Ela foi embaixadora da Croácia em Washington entre 2008 e 2011, ministra para Integração Europeia e ministra das Relações Exteriores.

A presidente é casada e tem um casal de filhos adolescentes.

Considerada da ala moderada de seu partido, a política católica declarou durante sua campanha, em 2014, que daria o seu apoio caso um dos filhos se assumisse como homossexual. Ela também disse que autorizaria o uso medicinal da maconha e que a decisão de fazer um aborto cabe à mulher.

Festa de 4 milhões: Croácia é o menor país numa final de Copa desde 1950

Imagem relacionadaQual o tamanho da façanha da Croácia de chegar pela primeira vez em uma final de Copa? A seleção dirigida por Zlatko Dalic é a pior colocada no ranking da Fifa a aparecer numa decisão (atualmente 20º lugar). Mas o feito conquistado nesta quarta-feira diante da Inglaterra transcende o universo esportivo.

A Croácia é uma nação minúscula de pouco mais de 4 milhões de habitantes. É o segundo menor país na história a chegar numa decisão de Copas. Só o Uruguai, finalista em 1930 e 1950, tinha uma população inferior.

Em Copas, a história croata é curta, mas já relevante. Após a fragmentação política da Iugoslávia, a Croácia estreou em Mundiais com o 3º lugar em 1998. Em apenas 20 anos, são duas semifinais no currículo – e agora uma decisão.

Pequenos e barulhentos. Na Rússia, membros da delegação do país polemizaram ao dedicar à Ucrânia a vaga na semifinal, ignorando as tensões políticas em razão da recente anexação da região da Crimeia ao território russo. Nesta quarta, Domagoj Vida, um dos envolvidos na episódio, foi vaiado pelos anfitriões do torneio.

Este finalista improvável, despercebido para analistas e apostadores, tenta ampliar o tamanho da façanha no domingo. Na final reveem a França, adversário que derrotou a Croácia na semifinal há 20 anos. Alguém ainda ousa duvidar dos croatas?

Real Madrid convidará meninos resgatados na Tailândia para jogo no Bernabéu

Estádio Santiago Bernabéu em foto de maio de 2018. EFE/ J.P.Gandul

EFE

O Real Madrid convidará os 12 meninos resgatados após mais de duas semanas presos em uma caverna da Tailândia para assistir uma partida da equipe principal do clube no estádio Santiago Bernabéu.

Segundo a Agência Efe apurou nesta terça-feira, o clube madrilenho enviará o convite assim que o grupo de crianças do time dos Javalis Selvagens estiver plenamente recuperado para viajar para a capital da Espanha.

Com esta iniciativa o Real Madrid pretende premiar a coragem dos meninos desse time infantil, cujo resgate foi concluído nesta terça-feira.

O clube espanhol entrou em contato com o embaixador da Espanha na Tailândia para agilizar os trâmites assim que viu pela televisão a imagem na caverna de um dos rapazes vestidos com a camiseta do Real Madrid.

Equipes de resgate retiraram nesta terça-feira as últimas quatro crianças e o treinador que permaneciam presos em uma caverna do norte da Tailândia, com o que se juntaram aos outros oito meninos resgatados anteriormente.

Os 13 permanecerão pelo menos uma semana no hospital provincial de Chiang Rai para submeter-se a uma revisão médica completa.

Dunga é festejado por brasileiros em bar na Rússia

Do UOL, em São Paulo

Um grupo de brasileiros que estava em um bar em São Petersburgo, na Rússia, encontrou Dunga, capitão do Brasil campeão em 1994, e fez festa para o treinador que teve duas passagens pela seleção, incluindo na Copa de 2010.

Ao encontrar Dunga, o grupo começou a cantar “olê, olê, olê, olá, Dunga, Dunga”. O treinador aparece sorrindo em um vídeo registrado no instagram pelo usuário Vinicius Garcia Vieira.

Dunga reassumiu a seleção logo depois da Copa de 2014, mas foi demitido dois anos depois, com a equipe ameaçada de sequer se classificar para o Mundial. Tite assumiu em seguida, em junho de 2016.