Arquivo da categoria: Notícias/Renato Dantas

Desembargador critica reforma no Barreira Roxa e defende prioridades

Desembargador Claudio Santos participou ao lado da advogada Alana Almeida do programa apresentado por Renato Dantas na Rádio Agora FM 97,9

Em entrevista no programa Agora é a Hora/Primando pela Verdade, apresentado por Renato Dantas, o desembargador Cláudio Santos, do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN), criticou o gasto com a restauração do Hotel Barreira Roxa – que, agora sob administração do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), foi reaberto ao público na semana passada. De acordo com a Federação do Comércio (Fecomércio/RN), foram aplicados na obra cerca de R$ 36,2 milhões.

Para o desembargador, que já foi presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN), o dinheiro usado no Barreira Roxa – voltado para a capacitação profissional na área do turismo – deveria ter sido aplicado em outras áreas. “Os recursos são do Sistema S, no caso o Senac. O dinheiro veio de empresários, mas trata-se de recursos públicos”, disse Cláudio Santos.

Cláudio Santos frisou que não é contra o investimento na formação de garçons, maîtres, copeiros e ajudantes de cozinha. Segundo ele, esse gasto com formação no Hotel Barreira Roxa é apenas um exemplo para que os excessos cessem.

“Quanto vale esse hotel? Cerca de de R$ 100 milhões? Qual o custo por mês? Um milhão? Enquanto isso você passa no quartel da Polícia Militar e não tem nada. Por isso que os governadores querem a presença da Força Nacional. Porque não conseguem resolver o problema da segurança”, detalhou Cláudio Santos.

Prefeito de Natal Álvaro Dias recebe agradecimentos de empresários, artistas, movimentos culturais pela revitalização do Beco da Lama

A revitalização do tradicional e histórico reduto da boemia e da cultura potiguar, o Beco da Lama (Rua Vaz Gondim, Cidade Alta), no Centro Histórico de Natal, uma iniciativa do prefeito Álvaro Dias vem recebendo elogios e agradecimentos da classe artística, movimentos culturais, empresários e comerciantes locais. Vídeos de agradecimentos se espalham pelas redes sociais.

O projeto faz parte de uma série de ações que a Prefeitura do Natal vem promovendo no Centro, que fica na Zona Leste da cidade. Desde os shows inéditos no Natal em Natal (em dois palcos), passando pelo projeto Choro do Caçuá (praça Padre João Maria) e a entrega da Travessa Pax, que abriga o Espaço Cultural K-Ximbinho, além das ações de fomento no espaço Ruy Pereira (lateral do IFRN).
Álvaro sempre foi frequentador do Beco da Lama desde quando era presidente da Assembleia Legislativa do RN.

“É uma pessoa louca, um perigo para o Brasil”, diz Bebianno de Bolsonaro

Foto: Ricardo Borges/Folhapress

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, deve ser demitido nesta segunda-feira (18). Na última sexta-feira (16), ao deixar o hotel onde mora, em Brasília, Bebianno afirmou que está com a consciência tranquila e que ainda tem “carinho” pelo presidente Jair Bolsonaro. Mas essa opinião parece ter mudado, de acordo com o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo.

Segundo Jardim, o ministro afirmou a um interlocutor que “o problema não é o pimpolho”, em referência a Carlos Bolsonaro, filho do presidente e vereador na Câmara Municipal do Rio de Janeiro. “O Jair [Bolsonaro] é o problema. Ele usa o Carlos como instrumento. É assustador.”

A decepção de Bebianno não parou por aí. De acordo com o colunista, Bebianno teria afirmado ao mesmo interlocutor que “perdeu a confiança” no presidente. “Tenho vergonha de ter acreditado nele. É uma pessoa louca, um perigo para o Brasil.”

A história de Bebianno e os Bolsonaros

Bebianno disse no último sábado que, “quando acabar” sua participação no governo, “se sentir vontade”, vai “dar satisfações”. Bebianno não recebeu visitas ao longo do dia, mas, em conversas com pessoas próximas, deixou claras a frustração e a mágoa com Carlos Bolsonaro.

O filho do presidente chamou Bebianno de “mentiroso” logo após o ministro ter concedido entrevista ao jornal O Globo, na terça-feira, dizendo que não estava isolado no Palácio do Planalto depois da denúncia, publicada pelo jornal Folha de S.Paulo, de que teria patrocinado candidaturas laranjas do PSL em 2018, para desviar recursos do Fundo Eleitoral. À época, Bebianno presidia o PSL.

Na tentativa de mostrar que não havia crise, o ministro afirmou a O Globo que, no dia anterior, falara três vezes com o presidente, então internado no Hospital Albert Einstein, recuperando-se de cirurgia para reconstrução do trânsito intestinal. Carlos Bolsonaro desmentiu essas conversas no Twitter e o presidente endossou a atitude do filho, horas depois, em entrevista à TV Record.

Mais tarde, no entanto, Bolsonaro também mandou Bebianno cancelar viagem para o Pará, com outros ministros, porque não gostou de saber que ele havia convidado um veículo de comunicação para acompanhar a comitiva. A partir daí, o ministro da Secretaria Geral da Presidência teria mostrado a amigos arquivos de áudio com a voz de Bolsonaro ordenando que ele suspendesse a viagem, além de outras conversas. O ministro nega o vazamento.

O ministro desabafou que considerou uma covardia o fato de Jair Bolsonaro não ter tido coragem para demiti-lo. Bolsonaro sinalizou que quer exonerar o ministro e ofereceu a ele um cargo na diretoria de Itaipu Binacional, embora a possibilidade seja vedada pela Lei das Estatais. A oferta foi prontamente recusada por Bebianno. Ele considerou inaceitável assumir um cargo em Itaipu, apesar do salário três vezes maior – pouco mais de R$ 1 milhão por ano. A amigos, disse que não veio para o governo para ganhar dinheiro e que será leal até o último minuto em que permanecer ministro.

Nos últimos dias, políticos e militares tentaram interceder a favor de Bebianno. Preocupados com a alta temperatura da crise, auxiliares do presidente observam, por sua vez, que Bebianno ainda pode criar muitos problemas para o governo, se a demissão não for revertida, porque seria o que se chama no jargão político de “homem bomba”.

Nas conversas, Bebianno tem avisado que não cai sozinho, pois tanto a ala política, quanto a ala militar do governo, estão decididas a afastar Carlos Bolsonaro da Presidência. Nos últimos dias, o vereador tem sido mais comedidos nas redes sociais, compartilhando mensagens institucionais do governo e assuntos do Rio, como a venda da bebida em blocos de carnaval.

Exame

Jovem morre depois de levar ‘gravata’ de segurança em supermercado no Rio

Pauline de Almeida

Colaboração para o UOL, do Rio*

Um jovem de 19 anos morreu hoje depois de levar uma ‘gravata’ de um segurança do supermercado da rede Extra na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro. Segundo o mercado, ele teria tentado furtar a arma de um dos vigilantes. O caso ocorreu no início da tarde.

O rapaz, identificado como Pedro Gonzaga, chegou a ser levado pelos bombeiros com quadro de parada cardiorrespiratória para o Centro de Emergência Regional, que fica junto ao complexo do hospital Lourenço Jorge, também na Barra.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o jovem deu entrada às 14h. Já na unidade, ele sofreu mais duas paradas cardiorrespiratórias e morreu às 15h10. O seu corpo foi encaminhado, então, ao IML (Instituto Médico Legal).

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o rapaz sendo imobilizado, aparentemente desacordado, com o segurança deitado sobre ele. O vigilante, que não teve o nome divulgado, refuta pedidos de outras pessoas para que solte Gonzaga.

Uma delas diz: “Está desmaiado, não está não?”. Outra fala: “Ele tá com a mão roxa”. Mas o segurança se nega a sair de cima e responde: “Quem sabe sou eu”. Outros funcionários do supermercado ainda circundam os dois homens no chão, mas nada fazem.

Em nota, o supermercado Extra, que pertence ao Grupo Pão de Açúcar, afirmou que repudia atos de violência em suas lojas e que abriu uma investigação interna para apurar o caso.

Inicialmente, segundo a empresa, foi constatado que “se tratou de uma reação à tentativa de furto a arma de um dos seguranças da unidade da Barra da Tijuca”. Informou ainda que os seguranças envolvidos foram afastados.

O caso foi encaminhado em um primeiro momento para 16º Distrito Policial, mas com a morte de Pedro Gonzaga a investigação passou para a delegacia de homicídios.

 

* Com informações do Estadão Conteúdo.

Garibaldi Alves poderá ser candidato a prefeito de Natal

Resultado de imagem para Garibaldi Alves e Carlos Eduardo Alves
Garibaldi Alves receberá o apoio do primo e ex-prefeito Carlos Eduardo Alves

Apos o arquivamento da denuncia do Ministério Público Federal por suposta prática de corrupção e lavagem de dinheiro na Transpetro, uma subsidiária da Petrobras determinado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin, o ex-senador Garibaldi Alves Filho está sendo incentivado por seus correligionários do MDB para disputar à Prefeitura de Natal.

Vítima de uma denuncia leviana que custou sua reeleição para o Senado, Garibaldi Alves voltaria forte numa disputa em Natal.

O ex-prefeito Carlos Eduardo Alves tem sinalizado que apoiaria Garibaldi e o maior incentivador deste projeto político é o filho do ex-senador, o deputado federal Walter Alves.

Concretizada à candidatura de Garibaldi Alves no MDB, o atual prefeito de Natal Álvaro Dias ficará totalmente inviabilizado para disputar à releição.

Aldo Medeiros tomou posse como presidente da OAB-RN prestigiado pelos colegas advogados e autoridades

Resultado de imagem para Aldo medeiros oab escola de governoA nova diretoria da Ordem dos Advogados do Brasil no Rio Grande do Norte, tendo Aldo Medeiros como presidente, foi empossada em sessão solene, ontem, terça-feira (12), às 18h, na Escola do Governo, em Candelária.

Após a solenidade festiva ocorreu um jantar de adesão no Chaplin Recepções, localizado na Av. Presidente Café Filho, 27.

Além de Aldo Medeiros na presidência, a nova diretoria da OAB/RN é composta pelos advogados Rossana Fonseca (Vice-Presidente), João Victor de Holanda (Secretário Geral), Milena Gama (Secretária-Geral Adjunta) e Alexander Gurgel (Tesoureiro)

Goleiro Bruno e Suzane von Richthofen perdem benefícios após festas

Suzane von Richthofen, 35, e o goleiro Bruno Fernandes de Souza, 34, descumpriram determinações judiciais e, por isso, perderam respectivamente seus benefícios de saída temporária e de trabalhar fora do sistema carcerário.

Suzane foi condenada a 39 anos de prisão pela morte dos pais, em 2002. Já Bruno foi condenado, em 2013, a 22 anos e três meses pelo assassinato e ocultação de cadáver de Eliza Samudio e pelo sequestro e cárcere privado do filho que teve com a vítima.

Em dezembro do ano passado, o Agora publicou que Suzane descumpriu o benefício da saída temporária de Natal, ao ir a um casamento. Ela foi levada para a prisão no mesmo dia. Na ocasião, ao deixar a prisão, ela deveria ter ido a um endereço informado à Justiça, o que também não aconteceu.

Fontes ligadas ao cartório de Taubaté (140 km de SP) informaram, em sigilo, que a Vara de Execuções Criminais reforçou ontem a punição, proibindo Suzane de sair do sistema carcerário nos próximos benefícios que teria direito (Páscoa, Dias das Mães e Dia dos Pais). Ela cumpre pena na penitenciária de Tremembé (147 km de SP).

Já o goleiro Bruno foi punido por usar um celular, em outubro do ano passado, para combinar encontros com mulheres, dentro do Apac (Associação de Proteção e Assistência ao Condenado), em Varginha (MG), onde cumpre pena. O ex-atleta pode, com a punição, ser transferido para Belo Horizonte (MG) e sair do regime fechado somente em 2023.

Em dezembro, o goleiro foi inocentado pelo Conselho Disciplinar da unidade. Porém, anteontem, a 1ª Vara de Execuções Criminais de Varginha reverteu a decisão, considerada “falta disciplinar grave” e fez com que o ex-atleta voltasse a cumprir sua pena no regime fechado.

Segundo a SAP (Secretaria da Administração Penitenciária), gestão João Doria (PSDB), 79 detentas do mesmo presídio de Suzane foram beneficiadas com a saída temporária de Natal e Ano Novo. Desde total, três não retornaram.

Sobre a suspensão do benefício, a pasta não se manifestou, pois o caso corre em segredo de Justiça. Pelo mesmo motivo o Tribunal de Justiça e o Ministério Público também não se manifestaram.

FOLHAPRESS

Governadora Fátima Bezerra enviou reforma administrativa para Assembleia Legislativa

A governadora Fátima Bezerra encaminhou um pacote com seis de lei para Assembleia Legislativa.

Dentre os encaminhados estão a mensagem 004/2019 – Projeto de lei que amplia de 2% para 6% sobre a receita total de 2019 o limite que o Estado tem para antecipar receitas orçamentárias.

Mensagem 005/2019 – Projeto de lei que institui o Programa Estadual de Educação e Cidadania Fiscal.

Mensagem 006/2019 – Proposta de Emenda à Constituição Estadual que cria um teto para gastos públicos pelo período de oito anos.

Mensagem 007/2019 – Projeto de lei que cria no Rio Grande do Norte o “Programa de Estímulo à Regularidade Tributária – Contribuinte Exemplar”.

Mensagem 008/2019 – Projeto de lei que reduz de 60 para 10 salários mínimos (de R$ 59.880 para R$ 9.980, portanto) o limite para expedição de requisições de pequeno valor, categoria inferior à dos precatórios.

Mensagem 009/2019 – Projeto de lei que extingue a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc) e a de Esporte e Lazer (Seel); que cria as de Administração Penitenciária (Seap) e de Mulheres, da Juventude, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos (SEMJIDH); e que transforma a de Secretaria de Assuntos Fundiários e de Apoio à Reforma Agrária (Seara) em Secretaria de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar (Sedraf).