Arquivo da categoria: Politica

Alexandre Frota pede cassação de Flávio Bolsonaro

O deputado Alexandre Frota (PSDB-SP) pediu nessa 2ª feira (4.jan.2021) a cassação do mandato do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ). Frota exige que um processo disciplinar seja instaurado contra Flávio e que o senador perca o mandato caso os crimes dos quais é suspeito sejam confirmados.

Flávio é investigado pelo MP-RJ (Ministério Público do Rio de Janeiro) pelo caso que ficou conhecido como “rachadinhas” –esquema que arrecadava parte do salário de funcionários para fins pessoais e políticos. O esquema teria acontecido quando Flávio era deputado estadual na Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro).

No dia 19 de outubro de 2020, o MP apresentou ao TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro) uma denúncia contra Flávio e outras 15 pessoas por crimes de organização criminosa, lavagem de dinheiro e peculato.

Frota é ex-aliado da família Bolsonaro. No ofício, ele apontou “crimes de improbidade administrativa, peculato e associação criminosa”. Ele ainda disse que Flávio “vem buscando interferir nas investigações” e que pode ter cometido “tráfico de influência”.

Frota procurou o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), mas o procedimento normal é que o pedido seja encaminhado ao CEDP (Conselho de Ética e Decoro Parlamentar) do Senado, presidido pelo senador Jayme Campos (DEM-MT).

A assessoria de Campos informou que ele pediu para a advocacia do Senado a análise do ofício. O mesmo procedimento já tinha sido feito com outro processo que pede a cassação de Flávio Bolsonaro, protocolado em fevereiro de 2020 pelos partidos de oposição PT, Psol e Rede Sustentabilidade.

PODER360

Eduardo Bolsonaro faz visita-surpresa à Casa Branca a convite da filha de Trump

A menos de dois dias da oficialização pelo Congresso da vitória de Joe Biden nas eleições presidenciais de novembro e a 16 dias de sua posse, alguns dos principais nomes da política externa do governo Jair Bolsonaro emitiram manifestações públicas de estima pelo governo de Donald Trump nesta segunda-feira.

Acompanhado por Nestor Forster, embaixador brasileiro em Washington, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) esteve na Casa Branca na tarde desta segunda-feira, a convite da filha de Donald Trump, Ivanka. A informação foi apurada por Raquel Krähenbühl, correspondente da GloboNews. Segundo ela, além de Forster, Eduardo esteve junto da mulher, Heloísa Bolsonaro e da filha do casal, Geórgia.

O filho do presidente, que preside a Comissão de Relações Exteriores da Câmara dos Deputados e atua como embaixador informal do governo, está de férias. O encontro não tinha sido anunciado antes, e o único registro disponível até agora é um vídeo feito pela própria repórter. Não se sabe se Eduardo Bolsonaro esteve com alguma autoridade americana, mas ele não aparecia na agenda pública de líderes do governo.

Horas antes, o secretário de Estado de Trump, Mike Pompeo, publicou duas mensagens se referindo ao governo Bolsonaro no Twitter. Pompeo fazia uma retrospectiva de seu mandato, referindo-se a ações tomadas em relação a vários países. Quando abordou o Brasil, disse:

“Nosso relacionamento com o Brasil está na maior alta até hoje. Juntos com o governo Jair Bolsonaro, assinamos um novo acordo comercial de três partes, designamos o Brasil como um aliado importante extra-Otan e lançamos o Diálogo da Estrutura Ambiental EUA-Brasil”.

Em outra mensagem, direcionada a Ernesto Araújo, escreveu: “Não há chanceler mais amante da liberdade do que você Ernesto Araújo. Você, eu, a liberdade. O jogo está rolando”.

Pompeo também postou várias fotos de encontros com Araújo, assim como uma imagem de sua vinda à posse de Bolsonaro.

O chanceler brasileiro respondeu horas depois: “Mike Pompeo, sua visão, sua coragem e sua dedicação aos ideais que consideramos mais caros são uma verdadeira bênção. Patriotas americanos e brasileiros estarão lado a lado, aconteça o que acontecer. Sabemos que a liberdade está em jogo no mundo inteiro. O jogo está rolando!”.

O GLOBO

CRUSOÉ: RECEITA ABRIU INVESTIGAÇÃO INTERNA PARA ATENDER A FLÁVIO BOLSONARO


A Receita Federal abriu procedimento para apurar as alegações da defesa de Flávio Bolsonaro de que uma suposta “organização criminosa” teria produzido relatórios ilegalmente destinados a incriminar o senador e seu ex-assessor Fabrício Queiroz. A reportagem é de André Spigariol na Crusoé.

Em um documento a que revista teve acesso, a própria Receita afirma que abriu o procedimento.

A confirmação da abertura do procedimento pela Receita consta de ofício enviado à Câmara dos Deputados em resposta a um requerimento de informações da bancada do Partido Novo.
“As representantes legais do Senador Flávio Bolsonaro apresentaram duas petições formais à Secretaria Especial da Receita Federal. A notícia sobre supostas irregularidades trazidas ao conhecimento da Secretaria Especial da Receita Federal instruiu procedimento específico, encaminhado à Corregedoria do Ministério da Economia para ciência e providências cabíveis”, admite a Receita.

A caça às bruxas na Receita começou no ano passado e, desde então, o esforço para identificar e tentar punir auditores ligados à apuração que colocou Flávio Bolsonaro em apuros com a Justiça já resultou em alguns embaraços para o Palácio do Planalto — até a Abin, o serviço secreto do governo, foi acionada.

Em setembro, como mostrou reportagem da Crusoé, Alexandre Ramagem enviou pessoalmente às defensoras de Flávio dois relatórios produzidos pela Abin para auxiliar a defesa do senador.

Filha do traficante Fernandinho Beira-Mar toma posse como vereadora no Rio

filha de beira Filha do traficante Fernandinho Beira-Mar toma posse como vereadora no Rio

A cirurgiã-dentista Fernanda Costa (MDB), filha do traficante Fernandinho Beira-Mar, toma posse nesta segunda-feira (04) como vereadora na Câmara de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense (RJ).

Suplente, Costa vai assumir a cadeira do vereador eleito Sandro Lelis, que foi nomeado secretário Municipal de Serviços Públicos pelo prefeito Washington Reis (MDB).

Preso há quase 20 anos, Fernandinho Beira-Mar é condenado por crimes como tráfico de drogas, tráfico internacional de armas, lavagem de dinheiro e homicídio.

Na última eleição, a filha do traficante Fernandinho Beira-Mar teve 3.999 votos e terminou como suplente do MDB.

Mais uma de Styvenson: falta educação, civilidade, sobrando arrogância, prepotência do senador malcriado e gabola

Depois de humilhar sua própria irmã, de chamar jornalistas de vendidos, cometer grosserias com prefeitos e vereadores, o senador Styvenson continua arrogante, prepotente e mal educado com seus seguidores nas redes sociais.
Sua última grosseria foi com uma seguidora no Instagram que apenas, como sua eleitora, disse que iria avaliar o rendimento do seu mandato.
Bastou isso para ele reagir assim:

Rogério Marinho insiste em continuar brigando com Paulo Guedes

O novo ano começa com velhos problemas no governo, em razão da disputa que não cessa entre os ministros Paulo Guedes (Economia) e Rogério Marinho (Desenvolvimento).

Para governar sem sobressaltos, “Bolsonaro terá que atuar como o grande árbitro”, adverte o cientista político Paulo Kramer, “entre as correntes que dão prioridade às reformas (Guedes à frente) e aquelas que topam reformar desde que isso não as prejudique política e eleitoralmente, cujo símbolo é Rogério Marinho. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

É central o papel “arbitral” de Bolsonaro. “No nosso sistema político, o polo ativo é o Executivo”, lembra Kramer. “O Congresso é reativo”.

O caráter reativo faz Senado e Câmara baterem cabeça na escolha de prioridades, deixando a impressão de paralisia da agenda de reformas.

Kramer avalia que “a coisa deve fluir melhor” após um ajuste fino na concertação com o Centrão a ação dos líderes na Câmara e Senado.

O cientista político destaca a atuação dos líderes do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), e no Senado, Eduardo Gomes (MDB-TO).

DIÁRIO DO PODER

Prefeito Covas toma posse na prefeitura de SP e cita vice dos EUA ao dizer que ‘proteger democracia exige luta’

O GLOBO

O prefeito Bruno Covas (PSDB) tomou posse na tarde desta sexta-feira, numa cerimônia na Câmara dos Vereadores. Em seu discurso, ele citou a vice-presidente eleita dos Estados Unidos, Kamala Harris, e destacou a importância da vacinação prometida para este mês pelo governo estadual.

– A democracia não está garantida. Ela é tão forte quanto a nossa vontade de lutar por ela, de protegê-la. E proteger a nossa democracia exige luta. Com essas palavras, Kamala Harris abriu seu discurso de vitória nas eleições americanas – discursou.

Eduardo Paes apresenta plano de ações para cem primeiros dias do governo com 25 medidas prioritárias para o Rio de Janeiro

Em seu retorno ao comando da cidade do Rio, o prefeito Eduardo Paes estabeleceu 25 pontos como prioridades num plano de ações para os cem primeiros dias de governo, que incluem medidas para o enfrentamento à pandemia da Covid-19, reestruturação do BRT e das linhas de ônibus convencionais da cidade, além de estratégias para o ano letivo de 2021, afetado pela suspensão das aulas presencias no ano passado.
Os objetivos são, quase todos, promessas feitas por Paes durante a campanha em que derrotou o agora ex-prefeito Marcelo Crivella. E estão elencados em um dos 74 decretos baixados pelo democrata numa edição extraordinária do Diário Oficial do município publicada nesta sexta-feira.