Agricultor faz armadilha contra ladrão de macaxeira e três são presos

Eduardo Schiavoni
Colaboração para o UOL, em Ribeirão Preto (SP)

Três homens foram presos após furtarem raízes de mandioca de um sítio às margens da rodovia Anhanguera, em Jardinópolis (349 km de São Paulo). O agricultor percebeu o roubo e preparou uma armadilha na estrada de terra que dá acesso ao local. Ao serem abordados, os ladrões fugiram e passaram com o carro por uma tábua com pregos que furou os quatro pneus do carro.

Os marginais fugiram até um posto de combustível, mas foram seguidos pelo agricultor, que chamou a polícia. Ninguém ficou ferido.

Armadilha com pregos feita por agricultor no interior de São Paulo ajudou a prender 3 homens que roubavam mandiocasOs três ladrões invadiram o terreno por volta das 22h de domingo e carregaram um veículo com cerca de 30 quilos de mandioca. Incomodado com os sequentes furtos a sua propriedade, Antonio havia preparado uma série de tábuas com pregos e, enquanto os criminosos enchiam o porta-malas do carro, ele preparou a armadilha.

“Já tem mais de seis meses que estão levando nossa mandioca. É um absurdo tirar o que é dos outros. Nós não temos dinheiro para cercar, então fica fácil pra eles”, contou a mulher do agricultor.

Para deter os ladrões, ele derrubou algumas hastes de um bambuzal que fica próximo ao seu terreno, impedindo o tráfego em parte da pista de terra. No restante, espalhou tábuas com pregos e as camuflou em meio à terra.

Depois de preparar a armadilha, ele e seus filhos foram em direção aos ladrões. Ao perceberem a aproximação do grupo, os ladrões entraram no carro e fugiram.

Com os pneus furados, o veículo seguiu até um posto de gasolina a cerca de dez quilômetros do sítio. Eles foram seguidos pelo agricultor, que chamou a polícia. Os criminosos chegaram a chamar um guincho, mas a polícia chegou ao local antes que o carro fosse removido.

Prisão

Abordados pelos militares, os envolvidos inicialmente negaram o crime, mas após revista no porta-malas do veículo foram encontrados os 30 quilos de mandioca. “Estavam até com as folhas. Se for contar tudo, já roubaram umas 150 caixas de mandioca, quase R$ 10 mil de prejuízo”, contou a mulher do agricultor.

Rogério Sacelli, 30, Elvio Ortega,34, e Denilton Cunha, 31, todos moradores de Ribeirão Preto (SP), foram ouvidos e encaminhados ao CDP (Centro de Detenção Provisória) de Ribeirão Preto, onde permanecem à espera de uma vaga no sistema carcerário. Eles responderão por furto e associação criminosa. Se condenados, estão sujeitos a até oito anos de prisão. A reportagem tentou falar com os advogados dos acusados, mas foi informada pela Polícia Civil que nenhum deles iniciou representante até o fechamento da matéria.

Vizinhos elogiaram a armadilha

Entre os vizinhos sitiantes, a medida foi elogiada. “Aqui roubam demais. Levaram gado, mandioca, até cana eles vêm pegar. Ele foi mais esperto, cansou de ser roubado. Ainda bem, tomara que diminuam os roubos”, disse Silvério Ferreira Chagas, 51, criador de gado que tem um sítio na mesma região.

Antonio afirmou que espera que, com a ação, os criminosos diminuam o ritmo dos furtos. Ele contou ainda que está preparando novas armadilhas. “Como já peguei três, eles certamente vão `ficar espertos` com essa técnica. Mas eu já preparei mais armadilhas de outros tipos. Se vierem, espero pegar mais deles”, explicou. “O que não falta é gente querendo roubar minha mandioca. Tem muito ladrão”, disse.

 

Comentários