Alguns deputados criaram dificuldades para aprovação do ajuste fiscal enviado por Robinson para Assembleia Legislativa

Surgiram os primeiros sinais de má vontade de alguns deputados para aprovar as medidas saneadoras das finanças com ajuste fiscal encaminhadas pelo governador Robinson Faria para aprovação pela Assembleia Legislativa.

Caso fosse dispensadas as exigências regimentais no caso de ser aprovado regime de urgência e dispensa de interstícios, as mensagens poderiam ser votadas hoje.

Votaram favoravelmente ao pedido de convocação feito pelo governador Robinson Faria (PSD) 13 deputados e 4  contra a convocação os deputados Fernando Mineiro (PT), Carlos Augusto Maia (PSD), Márcia Maia (PSDB) e Larissa Rosado (PSB). A Assembleia tem 24 deputados estaduais e bastava que a maioria estivesse presente para que o ato formal acontecesse.

Os deputados não aprovaram o regime de urgência para tramitação das 18 menagens que terão de passar pela comissões temáticas..

A Assembleia marcou para próxima terça-feira uma sessão deliberativa..

 

Comentários