Até o lixo que Henrique Alves descarta na prisão está sendo monitorado

laurita-porta-de-cadeia
Laurita visitando Henrique na Academia de Polícia do RN

Devidamente acertado com Ministério Público Federal do RN, o juiz federal  Eduardo Guimarães quer um rigoroso esquema de vigilância sobre todas atividades no local onde o ex-presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves está preso.

Registro de entrada e saída de pessoas estão sendo monitoradas e até o lixo produzido por Henrique é verificado para saber se ele está tendo alguma regalia.

Uma fonte segura informou ao Blog do Primo que foram instalados equipamentos de escuta pela Policia Federal nas dependências que dão acessos ao quarto que Henrique está ocupando.

Comentários