Atenção RN: Pernambuco e Recife decretaram estado de emergência por Aedes aegypti

A situação de descontrole levou o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, e o prefeito do Recife, Geraldo Júlio, ambos do PSB, decretaram situação de emergência no Estado e na capital a partir de terça-feira (1°) devido ao aumento de caso de chikungunya e zika, transmitidos pelo mosquito Aedes aegypti.

O estado de emergência foi assinado na manhã deste domingo (29) e será publicado no “Diário Oficial” na terça-feira. A decisão foi tomada um dia após o Ministério da Saúde informar que há relação entre o surto de microcefalia no Nordeste e o zika vírus, transmitido pelo mosquito Aedes aegypti. Em Pernambuco, foram constatados 487 casos de microcefalia nas últimas semanas.

Comentários