Atirador escreve carta revelando arrependimento em atentar contra vida dos promotores

O ex-servidor do Ministério Público do RN,  Guilherme Wanderley Lopes da Silva, que atentou contra vida de dois promotores e do procurador-geral de Justiça do RN, Rinaldo Reis, escreveu um carta revelando arrependimento  e pedindo desculpas.

Guilherme disse que na hora não teve coragem de matar..

Ele está preso no CDP da Ribeira e seus advogados estão requerendo um laudo de sanidade mental.

Confira cópia da carta:Carta

Comentários