Desmantelo grande: o presidente do Conselho de Ética da Câmara também está sendo processado

José Carlos Araújo

O presidente do Conselho de Ética da Câmara, José Carlos Araújo (PR-BA), afirmou nesta terça-feira (31) que ele foi alvo de uma representação na Corregedoria da Câmara.

Se a representação for aceita, Araújo deve se afastar do Conselho de Ética.

 

A denúncia acusa Araújo de ter recebido repasses irregulares de um deputado.

“Nós acreditamos que ele [Cunha] continua manejando seus tentáculos dentro dessa Casa. E nós não vamos ser intimidados”, disse Araújo.

A representação contra Araújo traz denúncias de que ele teria feito repasses irregulares a vereadores de Juazeiro (BA) e utilizado um laranja na compra de um terreno, além de ter atentado contra a imagem de um prefeito do interior baiano em pronunciamento numa rádio local.

Araújo convocou a imprensa para receber a intimação da Corregedoria sobre a representação contra ele. Ele nega as acusações e diz “não haver provas” contra ele.

 

Comentários