Rogério Saco Preto chama movimentos de educadores de ‘pelegos’

A Comissão de Educação da Câmara dos Deputados realizou nesta terça-feira (31) um Seminário sobre a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), que estabelecerá um currículo único para o sistema de ensino brasileiro.

Em seu discurso inicial, na abertura do evento, o deputado Rogério Marinho relatou uma série de falhas identificadas nas duas propostas da Base apresentadas até agora pelo Ministério da Educação (MEC) e fez duras críticas aos “movimentos pelegos que querem impor um pensamento único na sociedade, o que não representa a todos os brasileiros”.

“A Base tem vício de origem, foi elaborada por técnicos que praticam a doutrinação. O primeiro documento do BNCC foi um Frankenstein pedagógico, chegou-se a abrir mão da gramática em português, sob a alegação doutrinária burra de que a língua portuguesa falada de maneira correta seria forma de dominação das elites sobre o povo. É para rir”, disse o deputado saco preto Rogério Marinho.

 

Comentários