Técnico diz que Anderson pensou ter trincado a perna em luta com Bisping

Em sua primeira luta após um ano parado por causa de doping, Anderson Silva voltou a sofrer com a perna esquerda, a mesma que foi fraturada no duelo contra Chris Weidman, em 2013. Contra Michel Bisping, no último sábado (27), o brasileiro teve a impressão de que havia trincado o local, o que o fez perder a confiança em seus ataques, de acordo com seu técnico Luiz Dórea.

“Ele sentiu em um chute que deu no primeiro round, pensou que havia trincado a perna e que o parafuso (na haste de titânio da tíbia da perna esquerda) havia se mexido”, explicou Dórea ao “MMA Fighting”. “Isso limitou seus movimentos, o fez parar de atacar por um momento. Pedi para ele atacar, mas ele disse ‘professor, estou sentindo, não tenho confiança’. Eu disse: ‘use seu coração, você é Anderson Silva, vai para cima dele'”.

O problema, no entanto, parece não ter passado de um susto. De acordo com Dórea, os exames feitos depois da luta mostraram que o parafuso não havia se mexido e que uma cirurgia no local não será necessária.

“Silva fez alguns exames depois da luta. Ele sofreu uma lesão, mas o parafuso não se mexeu. Não sei quão grave a lesão é, mas sei que o parafuso não se mexeu e ele não precisará de cirurgia. Ele estava com dor no vestiário, mas ele não precisará de cirurgia. Ele estava com dor, nem sequer conseguia colocar o tênis, mas está bem agora”, completou.

Comentários