2014: o ano que o Ministério Publico do RN comprou e abandonou um prédio por R$ 800 mil

O ano de 2014 ficará mercado pela descoberta que o Ministério Público comprou um prédio sem serventia publica para instalar a Promotoria de Defesa dos Portadores de Nescidades Especiais.. O prédio não pode ser adaptado para conceder acessibilidade de cadeirantes.. Uma verdadeira malversação de recursos públicos que os procuradores envolvidos souberam abafar.. Não deu em nada..

A brincadeira da compra custou R$ 800 mil ao contribuinte sem contar o prejuízo  na recuperação do prédio abandonado..

Facebook Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *