Brasileiros defendem fim de mandato vitalício para ministros do STF

Levantamento exclusivo do instituto Paraná Pesquisa para o site Diário do Poder revela que 64,3% dos entrevistados apoiam a proposta de mandato de tempo limitado para ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Destes, 81% defendem mandato máximo de 8 anos; 7,8%, preferem 10 anos; 1,9%, 12 e 15 anos, e 3,1% apoiam 20 anos. Os detalhes da pesquisa e da amostra estão no site diariodopoder.com.br.

De todos os entrevistados, apenas 25,7% concordam com a legislação atual de mandato vitalício (até 75 anos) para os ministros do STF.

Entre brasileiros com escolaridade de nível superior, 71,1% apoiam o fim do sistema atual de mandato vitalício para ministros do STF.

Só 3,6% dos entrevistados não opinaram sobre o mandato de ministros do STF. Na pesquisa de intenção de votos, esse índice vai a quase 8%.

O instituto Paraná Pesquisa ouviu 2.002 eleitores em 154 cidades de 26 estados e DF, entre 27 de abril e 2 de maio. Nº BR-02853/18/TSE.

DIÁRIO DO PODER

Do Blog do Primo: defendemos também o mesmo critério para ministros dos tribunais superiores, desembargadores. Para juízes defendemos mandatos de 6 anos, podendo serem reeleitos sucessivamente sem restrições mediante processo de avaliação de competência, produtividade, assiduidade e probidade. Devendo o magistrado residir obrigatoriamente na comarca. Os órgãos avaliadores dos desempenhos dos magistrados de primeiro grau para capacita-los para reeleições seriam os conselhos regionais de justiça. 

Facebook Comments
Facebook