blogdoPrimo

Médico-cirurgião potiguar fez cirurgia pioneira no Brasil

Dr. Carlos Alberto Araújo – professor da UFRN e cirurgião torácico

O médico-cirurgião potiguar, Carlos Alberto Araújo, fez pela primeira vez no Brasil, chamada “pleuropneumectomia esquerda” por Singleport – incisão única.

O procedimento pioneiro no Brasil feito pelo cirurgião potiguar tem uma técnica que praticamente não traumatiza o paciente, “Com o advento das micro câmaras, as cirurgias estão podendo ser feita através da videoassitência, as chamadas cirurgia por vídeo. O cirurgião já não precisa mais colocar a mão dentro do paciente nem olhar diretamente para dentro das cavidades do corpo. Ao invés, uma câmara é inserida e a imagem é transmitida para uma tela. Hoje em HD e de LED.”, pontuou Carlos Alberto.

O médico, que visualizou na “pleuropneumectomia esquerda” por Singleport o início de uma cura menos dolorosa para o paciente.  “Ela  é indicada quando a doença, no caso a tuberculose e o câncer de pulmão, invadem a pleura além do pulmão”, informou.

Historicamente a cirurgias eram  feitas através de grandes e, muito, dolorosas incisões. Chamada Toracotomia Postero-Lateral. “Havia secção de toda a musculatura da parede torácica e, o que aumenta muito a dor, afastamento das costelas, que nessa manobra frequentemente se fraturavam”, completou o médico.

Carlos Alberto informou que a opção pela técnica do Singleport foi escolhida porque se consegue fazer o mesmo tratamento que a técnica aberta faz, mas com muito menor agressão cirúrgica. Essa redução do trauma cirúrgico, leva a um grande benefício ao paciente pois ele sente menos dor, tem menos complicações, passa menos tempo internado no hospital e tem um retorno mais rápido as suas atividades depois da cirurgia.

A cirurgia teve duração de 4h e foi realizada pelo Sistema único de Saúde (SUS). O preço, para os planos de saúde, em geral, sai aproximadamente em R$15.000 (material). “Mas como o paciente tem menos complicações, passa menos tempo da UTI e também no hospital, termina ficando mais barata”, concluiu Carlos.

O Hospital Universitário Onofre Lopes possui uma Unidade de Cirurgia Torácica Minimamente Invasiva onde trabalham os médicos Carlos Alberto Araújo e Jorge Dantas, e o médico-residente Fidel Castro.

Fonte: Tribuna do Norte

Leia Mais

Em reunião dos Alves, decidiram que Henrique Alves vai ficar no RN tentando atrapalhar o governo de Robinson

familia-alves
Família Alves, armada para fuzilar o governo de Robinson

A família Alves fez uma reunião neste fim de semana para discutir o futuro politico de seus membros..

Com a derrota de Henrique Alves para o governo, ficou acertado que agora o candidato a governador será o prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves..

Ficou acertado que caberá ao ex-deputado federal, Henrique Alves ficar no RN para comandar o PMDB e as empresas de comunicação da família para fazer oposição ao governo, Robinson Faria… Henrique Alves vai usar todas as suas amizades para inviabilizar ou dificultar o governos nos demais poderes e Tribunal de Contas do RN.. Ele vai fiscalizar tudo criando embaraço para o novo governo.. Robinson Faria não terá sossego, disse uma agregada da família Alves a uma amiga de fofoca..

Uma rede poderosa de comunicação está sendo montada dando cobertura em Natal e interior, estarão funcionando articuladamente as emissoras de TV, IntertvCabugi, Tropical de Natal e a TV de Sandra Rosado em Mossoró.. Todas as rádios do sistema Cabugi  com as emissoras de José Agripino receberão orientação do comando que será instalado em Natal..

Paulo Roberto Alves, o papau, que hoje é conselheiro presidente do Tribunal de Contas ficou responsável em vigiar os processos na famosa corte de contas que é composta por membros indicados pelas famílias Alves e Maia com exceção do procurador  ‘sensação’ de contas do MP, Luciano Ramos e um conselheiro indicado no governo de Rosalba, mas de DNA agripinista..

Agnelo Alves vai funcionar como o deputado tranca-rua, ou seja, criando dificuldades para o governo de Robinson, para isso, ele deseja ser o presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia..

Ficou também acertado que o prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves será candidato a reeleição em Natal e candidato a governador em 2018…

Os Alves sabem que para Carlos Eduardo chegar ao governo, Robinson tem que fracassar indo no mesmo caminho de Micarla e Rosalba…

 

 

Leia Mais

Em 24 anos, parcela de fumantes cai de 34% para 11% no Brasil Em 24 anos, parcela de fumantes cai de 34% para 11% no Brasil

A Agência Câmara afirma que o Brasil é hoje o terceiro país com maior índice de ex-fumantes do mundo, ficando atrás apenas do Reino Unido e dos Estados Unidos. Em 1989, 34% da população adulta fumava no País. Em 2013, esse índice caiu para 11%.

O médico pneumologista do Instituto Nacional de Câncer (Inca) Ricardo Meirelles acredita que as medidas educativas e restritivas ao cigarro vêm gerando, lentamente, mudanças comportamentais em fumantes e não fumantes.

“Antigamente, o tabagismo era uma coisa estimulada pela sociedade. Ainda não existiam estudos que mostravam o malefício do cigarro. Nos anos 1930, 1940, nos Estados Unidos, os médicos faziam propaganda de cigarro. A comunidade científica só descobriu que a nicotina é uma droga em 1986”, aponta Meirelles.

Dois anos depois, em 1988, surgiram as primeiras restrições ao consumo do cigarro no Brasil. Eram apenas recomendações do Ministério da Saúde para que as pessoas não fumassem no trabalho ou usassem áreas delimitadas para isso, os chamados fumódromos.

Em 1989, veio a primeira lei contra cigarro no Brasil. O fumo foi proibido em locais públicos, como hospitais, salas de aula, teatros e cinemas. A legislação não restringiu totalmente a propaganda do cigarro, mas proibiu, por exemplo, aquelas que associavam o tabagismo com ideias positivas como o bem-estar corporal ou à saúde física.

Até que, em 2011, a presidente Dilma Rousseff sancionou a primeira lei federal antifumo. Regulamentada três anos após a sanção (em maio deste ano), a lei começa a valer em dezembro. O texto proíbe qualquer propaganda de cigarro, inclusive nos pontos de venda, e não permite o consumo de cigarro em locais públicos, mesmo em fumódromos.

Vitória

Chefe do Programa Nacional de Controle do Tabagismo do Instituto Nacional de Câncer (Inca), a médica Tânia Cavalcante afirma que cada lei aprovada representa uma vitória diante do enorme poder da indústria do fumo.

“A gente precisa avançar mais nas leis e nas medidas que visem reduzir o acesso dos adolescentes ao cigarro, para evitar esse primeiro contato. A gente anda muito lento nesse processo porque os obstáculos são enormes”, diz Tânia. “A gente sabe que o lobby da indústria no Congresso Nacional é muito forte. Isso acontece não só no Brasil, mas em todos os países”.

Apesar de as ações de controle do fumo colaborarem para que o cigarro perca popularidade, a Organização Mundial da Saúde estima que mais de 1 bilhão de pessoas no mundo ainda sejam fumantes, o que representa um terço da população mundial adulta.

Leia Mais

Deputado Gustavo Microfone, defende orçamento impositivo

Gustavo adora um microfone, mas Henrique Alves não pode está perto, senão ele toma..

O deputado estadual Gustavo Fernandes (PMDB) que depois do episodio que Henrique Eduardo tomou o microfone dele, ficou conhecido como ‘Gustavo Microfone’ defendeu a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que torna o orçamento aprovado pela Assembleia Legislativa (AL) impositivo ao Governo do Estado.

“A aprovação do orçamento impositivo é um desejo de todos os parlamentares. Da forma que é hoje, o governo atende as emendas parlamentares se quiser. Durante o atual governo, por exemplo, poucas emendas de minha autoria foram liberadas. Com a mudança, teremos a garantia de que os municípios serão atendidos com nossas indicações”, explicou o parlamentar.

Segundo Gustavo Microfone, a medida é fundamental para o trabalho dos deputados estaduais. “Nós temos bases em vários municípios e essas cidades possuem necessidades que podemos atender com emendas, para calçamentos de ruas, reformas de escolas, entre outras realizações. O orçamento impositivo ajudará a concretizar nossas ações”, reforçou o peemedebista.

Leia Mais

O rega-bofe de Hermano Morais com os vereadores do PMDB e a resposta de Garibaldi Alves

Projeto familiar, Alves vota em Alves, quando se dividem é para evitar desgaste e se darem bem..

O deputado estadual, Hermano Morais convidou os vereadores do seu partido,  PMDB, para um rega-bofe num restaurante e comunicou a imprensa somente com o objetivo de declarar que o PMDB não tem compromisso com à candidatura do prefeito AVON, Carlos Eduardo Alves a reeleição à prefeitura de Natal..

Os vereadores, Bertone Marinho, Felipe Alves e Ubaldo comeram muito e arrotaram a declaração que Hermano queria.. Todos três disseram ‘que o PMDB não tem compromisso com Carlos Eduardo’, mas, o cacique e primo do prefeito Alves, senador, Garibaldi Alves, mal deixou Hermano pagar a conta do rega-bofe, disse ao O’ Jornal de Hoje, numa resposta aos vereadores alimentados por Hermano, que o PMDB pode não ter compromisso com seu primo querido, Carlos Eduardo Alves, mas ele tem:  “PMDB não tem compromisso com Carlos Eduardo, mas ele será o meu candidato” afirmou Garibaldi Alves deixando claro que seu projeto para Natal é familiar..

Segundo informações, Hermano está querendo criar um caso..

 

Leia Mais

Senador quer proibir ligações com números bloqueados

numero privadoA Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT) tem reunião marcada para as 9h de terça-feira (25). Entre outras propostas, o colegiado pode votar Projeto de Lei do Senado do senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) que torna obrigatória a identificação do código de acesso originador das chamadas telefônicas.

O objetivo, segundo Vital, é evitar a prática de crimes por meio das redes de telefonia e coibir abusos nas práticas dos serviços de telemarketing e de cobranças. De acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o código de acesso é o conjunto de números que permite a identificação de assinante, de terminal de uso público ou de serviço a ele vinculado.

Leia Mais

Henrique Alves ignora STF e volta a pagar supersalários

Henrique Alves e seu primo, prefeito Carlos Eduardo Alves

O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), liberou o pagamento dos salários acima do teto constitucional para os servidores da Casa. Com isso, funcionários da Câmara que recebem acima dos R$ 29,4 mil previstos receberão os chamados supersalários em novembro, com direito ao retroativo do mês anterior. A informação é doCorreio Braziliense.

De acordo com o jornal, Henrique acolheu recurso da Associação dos Consultores Legislativos e de Orçamento da Câmara (Aslegis), que alega que ainda não foi publicado o acórdão do Supremo Tribunal Federal (STF) que proibiu, em outubro, os pagamentos acima do teto constitucional aos servidores. Pela Constituição, nenhum funcionário público pode receber mais do que um ministro do Supremo.

“De fato, verifico que a Suprema Corte não publicou o acórdão referido na decisão combatida, de modo a se ter, com exatidão, compreensão sobre seu alcance. Observo ainda que pende de resposta do ministro Marco Aurélio (Mello), indagação anteriormente formulada sobre a questão do foro administrativo competente para a apreciação das defesas apresentadas pelos interessados”, justifica o presidente da Câmara, segundo o Correio. O Supremo tem 60 dias, a contar da data do julgamento, para publicar a íntegra da decisão.

A decisão do peemedebista ocorre um mês após ele perder a disputa, em segundo turno, pelo governo do Rio Grande do Norte e a pouco mais de 60 dias de ele deixar a Câmara. No décimo-primeiro mandato consecutivo, Henrique está na Casa desde 1971.

Levantamento do Congresso em Foco mostrou, em fevereiro deste ano, que mais de 2 mil servidores da Câmara e do Senado ganham supersalários. Juntos, eles recebem cerca de R$ 7,6 milhões por mês apenas com o valor excedente ao teto constitucional. Proibido pelo Supremo desde outubro do ano passado, o pagamento foi retomado após o ministro Marco Aurélio Mello conceder, em fevereiro, liminar ao Sindicato dos Servidores do Legislativo (Sindilegis). Marco Aurélio decidiu pela liberação até que os funcionários enviassem explicações sobre seus vencimentos à direção da Casa. Após rejeitar as alegações dos servidores, o ministro determinou no mês passado o corte imediato.

Leia Mais

Humberto oferece abertura dos sigilos bancário, fiscal e telefônico para provar que não recebeu R$ 1 milhão de desvios na Petrobras

Foto: Agência Senado

Em nova divulgada na madrugada deste domingo (23), o senador Humberto Costa, líder do PT no Senado, nega que tenha recebido R$ 1 milhão do esquema de desvio de dinheiro da Petrobras através do ex-diretor da estatal Paulo Roberto Costa, e coloca à disposição de todos os órgãos que atuam na investigação do caso a abertura de seus sigilos bancário, fiscal e telefônico.

“Tenho uma vida pública pautada pela honradez e seriedade, não respondendo a qualquer ação criminal, civil ou administrativa”, diz o senador no texto.

Reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, afirma que Paulo Roberto Costa teria denunciado o pagamento de R$ 1 milhão a Humberto em um dos depoimentos que ele tem feito em seu processo de delação premiada.

Leia Mais

Pelas caridades: Homem bêbado mata seu melhor amigo, corta o pênis e dá para cachorro comer

ytkjrtik565i
Um homem de 25 anos é suspeito de ter matado seu amigo, cortado o pênis dele e dado para o cachorro comer após uma discussão, em que os dois estavam bêbados. O caso aconteceu na Ciudade Juarez, no México.
Em uma entrevista a um canal de televisão local, Mario Alberto Lizalde Reyes disse que teria atirado em Mario Hernandez Banda, após ter sido tocado por ele de “forma sexual”. Para se vingar do amigo, aproveitou que Banda entrou em um beco para urinar e atirou em sua nuca. Em seguida, o rapaz pegou um faca e cortou seu pênis em retaliação à suposta tentativa de abuso sexual.
À polícia, o mexicano disse que teria abandonado o corpo do amigo no beco e dado uma volta com seu cachorro com o pênis dentro de um saco plástico. Porém, ao notar que o animal cheirava a bagagem, resolveu dar o órgão para o animal comer.
Um porta-voz da polícia mexicana disse que após contar o corrido a seu padrasto, o jovem apanhou dele e disse estar arrependido de ter matado o seu melhor amigo. Reyes disse ainda que ele “Banda era um ser humano e não merecia morrer”. O rapaz segue preso.
Fonte: Jornal Daily Mail.

Leia Mais

Delator diz que operador do PMDB recebeu US$ 40 milhões em propina

André Richter
Da Agência Brasil, em Curitiba

Em depoimento de delação premiada à Justiça, um diretor da empresa Toyo Setal afirmou que pagou US$ 40 milhões ao empresário Fernando Soares, conhecido como Fernando Baiano, para intermediar a compra de sondas de perfuração para a Petrobras.

No depoimento, Júlio Gerin de Almeida Camargo declarou que o valor foi repassado para Soares por meio de contas offshore indicadas por ele no Uruguai e na Suíça.

Baiano tem sido apontado como o elo entre as fraudes em licitações na estatal e o PMDB, o que ele nega.

No termo de delação, Camargo afirmou que em 2005 atuou como agente da empresa Samsung para vender para a Petrobras duas sondas de perfuração de águas profundas na África e no Golfo do México.

Para fechar o negócio, o delator disse que procurou Soares “pelo sabido bom relacionamento” dele na área internacional e de abastecimento da empresa, dirigidas à época por Nestor Cerveró e Paulo Roberto Costa, respetivamente.

Para tratar do negócio, o delator disse que participou de uma reunião na sala de Cerveró, na sede da Petrobras, no Rio de Janeiro, onde  também estavam presentes o então gerente executivo da área internacional Luiz Carlos Moreira, o então vice-presidente da Samsung Harrys Lee e o gerente da Mitsui no Rio de Janeiro, Ishiro Inaguage.

Para fechar a compra, Camargo disse que se reuniu com Fernando Soares para acertar os valores do negócio. “Fernando Soares disse que precisaria ser paga a quantia de US$ 15 milhões de dólares para que ele ‘pudesse concluir a negociação em bom ‘êxito’ junto à Diretoria Internacional; (…) que isso revelava que Fernando Soares mantinha um ‘compromisso de confiança’ com o diretor internacional Nestor Cerveró. (…) que acabou concordando em pagar os US$ 15 milhões, pois era o único jeito de fechar o negócio; que o declarante fez um acordo com Fernando Soares”, diz a delação.

O diretor da Toyo Setal informou ainda que Soares indicou as contas nas quais os valores deveriam ser depositados. “O declarante fez um acordo com Fernando Soares, através de uma empresa offshore dele; (…) que desse valor, o declarante repassou a título de propina a quantia da US$ 12,5 ou 15 milhões a Fernando Soares; que essas transferências bancárias da conta do declarante mantida no banco Winterbothan, no Uruguai, em nome de uma offshore, para inúmeras contas indicadas por Fernando Soares”, diz o termo de delação.

No mesmo depoimento, Camargo relatou que, dois meses após o negócio ser finalizado, foi procurado por Fernando Soares novamente para a compra de outra sonda, dessa vez para o Golfo do México. Segundo o delator, na segunda compra, o valor pago de propina subiu para US$ 25 milhões.

Para pagar a segunda venda, o diretor disse que fez novos pagamentos em uma contra offshore na Suíça. Parte do valor também passou pelas contas da GFD Invesimentos, uma das empresas de Alberto Youssef.

“Os valores foram transferidos após a formalização de contratos simulados de prestação de serviços com as empresas do declarante e emissão de notas fiscais pelas contratadas. Somando pagamentos feitos a Fernando Soares no exterior e no território nacional, assim como por meio de Alberto Youssef também destinados àquele, o declarante efetivou o pagamento total do montante exigido de US$ 40 milhões de dólares”, declarou.

Leia Mais

Operador do PMDB diz que negocia com a Petrobras desde o governo FHC

Preso na Operação Lava Jato, o empresário Fernando Baiano diz que ajudou uma empresa espanhola a firmar contrato com a estatal em 2000. Ele nega ser operador de “qualquer partido”, mas admite que pediu a Alberto Youssef doações eleitorais

PSDB RN calado – Rogério Marinho com o finado, Sérgio Guerra acusado de supostamente receber propina do Petrolão

Com prisão preventiva decretada ontem (21) pela Justiça, o empresário Fernando Antonio Falcão Soares, mais conhecido como Fernando Baiano, declarou à Polícia Federal que começou a fazer negócios com a Petrobras ainda no governo Fernando Henrique Cardoso (PSDB), em 2000. Apontado como operador do PMDB no esquema de fraudes de licitações e cobrança de propina na estatal, Fernando disse que ajudou, na época, uma empresa espanhola a firmar com a Petrobras um contrato de gestão de manutenção de termelétricas.

De acordo com reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, ele declarou que foi no governo FHC que conheceu o ex-diretor da área Internacional da Petrobras Nestor Cerveró, autor do documento considerado tecnicamente falho pela presidente Dilma que embasou a compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos. Os investigadores suspeitam que Fernando tenha atuado nessa área internacional, o que ele rechaça. O empresário disse que soube apenas recentemente que Cerveró era indicação política do PMDB e que achava que o ex-diretor era vinculado ao PT.

Ainda segundo o Estadão, Fernando Baiano negou ser operador de “qualquer partido político”, mas admitiu que pediu ao doleiro Alberto Youssef, principal alvo da Operação Lava Jato, que fizesse doações para campanhas políticas. Ele também contou manter duas contas “declaradas” no paraíso fiscal de Liechtenstein, na Europa.

Fernando disse ainda que o empresário Júlio Camargo, ligado à Toyo Setal Empreendimentos e um dos delatores do esquema, lhe deve US$ 20 milhões por negócios relacionados a sondas de perfuração.

Leia Mais

Sujeira do Petrolão pode respingar no RN, diz o primo, Xerife

charge petro

Segundo contam lá do Distrito Federal, há nomes da política potiguar que podem surgir com mais força no esquema de corrupção na Petrobras, conhecido por Petrolão. E quem será? A resposta vai depender doSupremo Tribunal Federal (STF), que guarda os relatórios das delações premiadas do ex-diretor Paulo Roberto Costa e do doleiro Michel Yousseff.

Fonte: http://www.robsonpiresxerife.com/

Leia Mais

Operação Lava Jato: Fernando Baiano nega ter relações com PMDB

Caciques do PMDB do RN

O advogado Mário Oliveira Filho, que representa o empresário Fernando Soares, conhecido como Fernando Baiano, preso na Operação Lava Jato, da Polícia Federal (PF), disse que seu cliente negou ter relações com o PMDB, em depoimento prestado hoje (21) à PF em Curitiba (PR).

Segundo o advogado, Soares respondeu a todas as perguntas formuladas pelos delegados durante a oitiva, que durou aproximadamente duas horas. Oliveira Filho preferiu não dar mais detalhes sobre o depoimento ao deixar a Superintendência da PF.

Fernando Soares entregou-se à PF na terça-feira (18), depois de ser considerado foragido. A prisão temporária de cinco dias vence amanhã (22) e caberá ao juiz federal Sério Moro, responsável pelas investigações, decidir se ele vai continuar preso.

Em depoimento de delação premiada, o doleiro Alberto Youssef disse que o investigado arrecadava propina para o PMDB por meio de contratos com a Petrobras. Em entrevista na quarta-feira (19), o advogado confirmou que o empresário tinha negócios lícitos com a Petrobras, mas negou que ele tenha qualquer ligação com o partido. Em nota, a legenda repudiou a acusação.

Em relatório enviado quarta-feira (19) pelo Banco Central ao juiz federal Sérgio Moro, a instituição informou que foram bloqueados R$ 8,5 mil na conta do empresário no Citibank e R$ 304 em outra conta, no Santander. Em entrevista na quarta-feira, o advogado Mário Oliveira Filho disse que Fernando Soares faz “prospecção de negócios”. O representante do empresário disse ainda que não há obra sem propina no país.

Leia Mais

Carlos Eduardo Alves com medo do defunto, disse “que precisa rezar muito para administrar Natal”

O prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, que não é muito de frequentar a igreja, ele só participa de cerimonias religiosas quando tem finalidade politica, disse ontem(21), na celebração de missa na Pedra do Rosário, nas comemorações do dia da padroeira de Natal  “que precisa rezar muito para administrar Natal”.

Esta confissão do burgo-meste é porque ele sabe que o tempo fechou, além do povo de Natal perceber que sua administração é apenas maquiagem, chamado de prefeito AVON, Carlos Eduardo Alves tá rezando muito para o defunto não sair do túmulo..

Se o defunto levantar, a desgraça tá feita…

pedradorosario 037

Leia Mais