soldado vasco

Gilmar Mendes bota quente nos procuradores da Lava Jato: “cemitério está cheio desses heróis

Resultado de imagem para gilmar mendesEstadão Conteúdo

O ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), disse nesta terça-feira (23) que “é preciso colocar freios” na atuação dos procuradores da República. Ele não citou nomes, mas se referiu diretamente a procuradores da Operação Lava Jato.

A fala do ministro é a mais contundente manifestação já disparada por um membro da Corte máxima contra os procuradores.

Gilmar Mendes se revela indignado com o que classifica de vazamento de informações sobre a delação do empreiteiro Léo Pinheiro, da OAS.

O executivo, segundo a revista “Veja”, revelou detalhes de uma obra na residência do ministro do STF Dias Toffoli, ex-advogado do PT e amigo de Gilmar Mendes. A obra teria sido realizada pela OAS, alvo da Lava Jato por cartel e corrupção na Petrobras.

Para Gilmar, o vazamento seria um ‘acerto de contas’ de procuradores porque Toffoli os teria contrariado ao mandar soltar o ex-ministro Paulo Bernardo (Planejamento) e ‘fatiado’ a investigação sobre a senadora Gleisi Hoffman (PT/PR) na Lava Jato.

“O fatiamento por ele (Toffoli) decretado e esse habeas corpus no caso do Paulo Bernardo (ex-ministro preso em julho na Operação Custo Brasil, mas solto por ordem de Toffoli), isso animou os procuradores a colocar artigo no jornal e coisas do tipo”, diz Gilmar.

“Como eles (procuradores) estão com o sentimento de onipotentes decidiram fazer um acerto de contas.”

“Decidiram vazar a delação (de Léo Pinheiro, da OAS), mas tem que se colocar um limite nisso.”

“Quando você tem uma concentração de poderes você tende a isso, a que um dado segmento, que detém esse poder, cometa abusos”, afirma o ministro do Supremo.

“Não há nenhuma censura imputável ao ministro Toffoli, mas tudo indica que ele está na mira dos investigadores. Em razão, provavelmente, de decisões que (Toffoli) tem tomado e os têm desagradado.”

“Se é isso, temos que prestar muita atenção. Há o risco de se tornar algo policialesco”, declarou Gilmar.

“No contexto de incensamento da Lava Jato e seus operadores já há coisas muito, vamos dizer assim, exageradas”, avalia o ministro.

Gilmar Mendes citou o caso do delegado Protógenes Queiroz, da Operação Satiagraha – deflagrada em 2008 -, que foi expulso da Polícia Federal por violação de sigilo funcional.

“Isso lembra o nosso delegado herói, que fazia interceptação telefônica sob o argumento de que agia com bons propósitos. Ora, espera aí. A autoridade se distingue do criminoso porque não comete crime, senão é criminoso também! Aí vira o Estado de Direito da barbárie.”

“Estado de Direito tem que ser Estado de Direito. Não se combate crime com a prática de crime. É preciso moderação, que os procuradores calcem as sandálias da humildade.”

“Eu vi outro dia na TV uma procuradora da República falando que o Congresso tem que aprovar o projeto (10 Medidas) porque teve o apoio popular (mais de dois milhões de assinaturas). Ora, de onde tiraram essa autoridade, essa legitimidade? Como assim, o Congresso tem que aprovar o pacote todo!. Depois será um desastre em termos de aplicações.”

O ministro disse que ‘o recado está dado’.

“Isso não vai prosseguir assim, a gente tem instrumentos para se colocar freios. É preciso colocar freios nisso, nesse tipo de conduta. No caso específico do ministro Toffoli, provavelmente entrou na mira dos investigadores por uma ou outra decisão que os desagradou.”

Isso já ocorreu antes no Brasil. O cemitério está cheio desses heróis. Mesmo no elenco dos procuradores. Ninguém pode esquecer de Guilherme Schelb, Luiz Francisco e tantos mais (procuradores da República que foram acusados de abusos). Estamos preocupados, mas está dado o recado.

 

Comentários

Leia Mais

Candidato a prefeito de Parnamirim foi fazer uma ‘visita surpresa’ a feira e saiu irado

Informaram ao soldado que depois de receber o resultado da pesquisa CONSULT que apontou ele liderando as intenções de votos para prefeito de Parnamirim, o candidato Carlos Augusto Maia foi comemorar visitando a feira livre no centro da cidade.

Depois da visita, os assessores do candidato se perguntavam se a CONSULT tinha passado por lá.

Como o candidato nunca frequentou a feira de Parnamirim, só aparecendo agora na eleição, quando precisa de votos, a receptividade não foi tão boa.

Parece que o candidato não gostou do que viu na feira, gostou apenas do resultado da pesquisa. O povo não deu bolas ao candidato.

Quem pagou o pato levando esporro foi um colaborador do candidato que vende canos e inventou essa ‘visita surpresa’.  admin-ajax

 

Comentários

Leia Mais

Pesquisa do IBOPE aponta proximidade do segundo turno na eleição de Natal

Não precisa ser bom em matemática para verificar que o segundo turno da eleição de Natal é uma realidade bem clara apontada na pesquisa do IBOBE/Intertv Cabugi divulgada hoje (23).

Levando em consideração que o prefeito Carlos Eduardo Alves tem 40% das intenções de votos e os demais candidatos juntos somam 30%, significa que no caso de um crescimento de apenas 5% dos opositores do prefeito e uma queda de 5% de Carlos Eduardo Alves, poderá haver segundo turno.

Diante da tendência atual, Carlos Eduardo Alves com uma rejeição de 27%, pode crescer até 43%.

 

Comentários

Leia Mais

Intertv Cabugi divulgou primeira pesquisa do IBOPE para prefeito de Natal

Resultado de imagem para IBOPEDo G1 RN

 O Ibope divulgou, nesta terça-feira (23), a primeira pesquisa de intenção de voto na corrida para a Prefeitura de Natal (RN):

– Carlos Eduardo (PDT) – 40%
– Fernando Mineiro (PT) – 7%
– Kelps Lima (SD) – 7%
– Márcia Maia (PSDB) – 7%
– Professor Robério (PSOL) – 7%
– Freitas Júnior (Rede) – 1%
– Rosália Fernandes (PSTU) – 1%
– Branco/Nulo – 25%
– Não sabe/Não responderam – 5%

A pesquisa foi encomendada pela Inter TV Cabugi, afiliada da TV Globo. O Ibope ouviu 602 eleitores entre os dias 19 e 22 de agosto. A margem de erro é de 4 pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de quatro pontos, a probabilidade do resultado retratar a realidade é de 95%. Ela está registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN), sob o número 03933/2016.

Comentários

Leia Mais

Picareta metido a bacana vip é preso em natal depois de aplicar golpes em Mossoró

Resultado de imagem para Felipe Fernandes CalixtoAgentes da Delegacia Especializada em Capturas (DECAP), prenderam na noite desta segunda-feira (22), em Natal, o empresário Felipe Fernandes Calixto, de 24 anos, suspeito de aplicar golpes milionários no setor imobiliário em Mossoró no ano de 2013.
A prisão aconteceu em Natal com o apoio da Delegacia Especializada em Falsificações e Defraudações (DEFD) de Mossoró.
Usando a empresa Fernandes Construtora, Felipe Fernandes nos anos de 2012 e 2013 fez amizades com pessoas influentes em Mossoró e Assu, onde ostentava riqueza, para se aproximar de quem tinhadinheiro e assim aplicar os golpes.
Felipe alugava veículos e até helicopterores para ostentar e assim conseguiu vender imóveis milionários e não entregar ao comprador. Quando foi descoberto pela investigação do delegado José Vieira ,em 2013, sumiu.
José Vieira destacou que Felipe Fernandes estava sendo monitorado há vários meses, onde a polícia também encontrou indícios de golpes aplicados nos estados da Paraíba e Alagoas. Como usava documentos falsos, era díficil localiza-lo.
O empresário será ouvido em Natal e depois encaminhado para Mossoró, onde vai responder por vários crimes, entre eles estelionato

O foco de Calixto, bem como o de Marcelo Nascimento, era na ostentação de bens e a busca por lugares badalados. “São casos semelhantes, os dois tinham foco em festa, lugares vips e ostentação. Ele exigiu a contratação, da empresa de marketing, de um helicóptero para ficar cinco dias disponíveis para ele durante a micareta Assú Folia e, caso não houvesse disponibilidade, queria uma Ferrari. Além disso, exigiu a contratação da panicat Juju Salimeni para o camarote que ele fechou exclusivo para a sua empresa e também cinco modelos ficaram de maiô, desfilando com o falso empresário no Assú Folia”, comentou o delegado, que preferiu não divulgar os nomes dos enganados para não atrapalhar nas investigações. “Mas são pessoas muito conhecidas em Mossoró”.

Comentários

Leia Mais

Cuspindo fogo, Gilmar Mendes diz que proposta defendida por Moro é coisa de ‘cretino’

Gilmar Mendes, ministro do STF (Supremo Tribunal Federal)

GABRIEL MASCARENHAS
DE BRASÍLIA

O ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), afirmou nesta terça (23) que integrantes do Ministério Público Federal devem “calçar as sandálias da humildade”.

Classificou ainda de “cretino” quem criou proposta de combate à corrupção defendida pelo juiz Sergio Moro e pelo coordenador da Lava Jato no Paraná, procurador Deltan Dallagnol.

“É aquela coisa de delírio. Veja as dez propostas que apresentaram. Uma delas diz que prova ilícita feita de boa fé deve ser validada. Quem faz uma proposta dessa não conhece nada de sistema, é um cretino absoluto. Cretino absoluto. Imagina que amanhã eu posso justificar a tortura porque eu fiz de boa fé”, disse o ministro.

Mendes refere-se ao pacote de projetos de lei entregue ao Congresso por integrantes do Ministério Público Federal em março com mais de dois milhões de assinaturas de apoio. O pacote propõe a adoção de novos instrumentos de investigação para combater a corrupção. Um dos principais entusiastas das chamadas “dez medidas contra a corrupção” é o procurador Deltan Dallagnol.

Um dos tópicos do texto flexibilizaria a utilização de provas obtidas ilicitamente, desde que não haja má fé por parte do investigador que a colheu. A proposta em questão tem apoio de Sergio Moro, responsável pela Lava Jato. O magistrado saiu em defesa da medida, por exemplo, quando participou de audiência na Câmara, no último dia 4.

Assim como disse à Folha, Mendes voltou a criticar a decisão do Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, de suspender as negociações de um acordo de delação premiada com ex-executivos da empreiteira OAS após vazamento de detalhes confidenciais.

“Não acho que seja o caso suspender a delação ou prejudicar quem esteja disposto a contribuir à Justiça. Tenho impressão de que estamos vivendo momento singular[…] Depois, esses falsos heróis vão encher os cemitérios, a vida continua”, afirmou o ministro.

Na opinião de Mendes, os investigadores foram os responsáveis pelo vazamento de informações publicadas pela revista “Veja” revelando que o ministro do STF Dias Toffoli foi mencionado em depoimento de Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS.

“E as investigações do vazamento daquelas prisões preventivas, onde estão? Já houve conclusão? O resumo da ópera é: você não combate crime cometendo crime. Ninguém pode se achar o “o” do borogodó. Cada um vai ter seu tamanho no final da história. Um pouco mais de modéstia, calcem as sandálias da humildade”, criticou Mendes, referindo-se aos investigadores.

Comentários

Leia Mais

O soldado Vasco recomenda e indica

Não é propaganda paga

O vereador Fernando Lucena é um vereador combativo, atuante e grande legislador.

Um eterno defensor da melhoria do sistema de transporte público de Natal.

Homem firme, mas de um coração imenso.

Tive o privilégio de ter sido seu colega na Câmara Municipal de Natal e posso constatar seu espirito público.

É um vigilante do dinheiro público, tem coragem para denunciar e investigar suspeitas de malversação de recursos públicos.

Merece continuar na Câmara Municipal de Natal.

 

Comentários

Leia Mais

Contra mudanças de voto, Temer faz ofensiva sobre senadores nordestinos

Resultado de imagem para Temer henrique AlvesGUSTAVO URIBE
VALDO CRUZ
DE BRASÍLIA

A dois dias do início da fase final do processo de impeachment, o presidente interino, Michel Temer, abriu espaço na sua agenda nesta terça-feira (23) para receber senadores nordestinos que têm evitado se posicionar publicamente sobre a votação que definirá o destino da presidente Dilma Rousseff.

No final desta manhã, o peemedebista recebeu em audiência Edson Lobão (PMDB-MA), João Alberto Souza (PMDB-MA) e Roberto Rocha (PSB-MA). Os dois últimos não têm declarado seus votos na fase final.

Os três maranhenses também estão na mira do Palácio do Alvorada na tentativa de evitar um placar de 54 votos favoráveis ao afastamento definitivo da petista. Na votação da pronúncia, os três votaram pelo prosseguimento do processo de impeachment.

No caso de João Alberto, até a véspera da votação, ele era considerado um voto certo em apoio à petista, mas mudou de posição de última hora após pressão do governo peemedebista.

Na tarde desta terça-feira (23), o peemedebista também tem agendas marcadas com os também senadores nordestinos Ciro Nogueira (PP-PI) e Eduardo Amorim (PSC-SE). Como o Nordeste é considerado um dos principais redutos eleitorais petistas no país, o receio do Palácio do Planalto é que os senadores sofram pressão de suas bases eleitorais para mudar o voto na fase final.

Além disso, teme que o discurso emotivo da presidente afastada marcado para a segunda-feira (29), no Senado Federal, possa virar votos na última hora.

Comentários

Leia Mais

Ameaça de morte contra Janaína Paschoal choca o Brasil e segurança é reforçada

Resultado de imagemNas redes sociais, muitos petistas estão fazendo graves ameaças contra a advogada Janaína Paschoal, conhecida em todo o país por fazer a acusação de Dilma Rousseff no processo de impeachment. Alguns dos comentários chegam a atentar contra a vida da jurista, que também dá aulas na Universidade de São Paulo. À mídia, Paschoal disse que é a favor dos protestos, mas que tem receio de certas coisas que estão acontecendo durante o processo que deve levar à deposição a companheira política do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

No mês passado, por exemplo, depois de mais uma sessão do Senado Federal na Comissão do Impeachment, Janaína precisou pregar um avião e ir para São Paulo. Ainda no aeroporto de Brasília, ela foi fortemente hostilizada. O grupo formado por defensores de Dilma por vezes parecia que iria agredir a professora. Por isso, muitas pessoas que estavam no local fizeram a defesa da mulher que trabalha com o que acredita. De acordo com informações do portal ‘Folha Política’ em matéria publicada nesta terça-feira, 23, depois do que ocorreu na internet e presencialmente, a segurança será reforçada nessa semana no aeroporto de Brasília.

Comentários

Leia Mais

Aprovado projeto de Ezequiel que proíbe uso de algemas em presas parturientes

ezequielAprovado projeto de Ezequiel que proíbe uso de algemas em presas parturientesSeguindo tendência mundial de estímulo ao parto humanizado, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), teve Projeto de Lei aprovado nesta terça-feira (23) que proíbe o uso de algemas ou calcetas em presas gestantes, no momento que estejam em trabalho de parto e no período subsequente de internação pós-parto.

“Em maio passado, durante a semana das mães rendemos nossas homenagens através da apresentação deste Projeto de Lei, agora aprovado em plenário e seguindo para sanção do Governador. Nossa proposição busca efetivar diversos dispositivos da Constituição Federal: cidadania e dignidade da pessoa humana; vedação ao tratamento desumano ou degradante; respeito à integridade física e moral aos presos e proteção à maternidade e à infância, a fim de evitar o aviltamento e valores constitucionais básicos”, justifica Ezequiel Ferreira.

A proposta abre exceção para casos de resistência e de fundado receio de fuga ou de perigo à integridade física da própria apenada ou alheia. Tendo a equipe médica total autonomia para determinar os procedimentos necessários para garantir a segurança da equipe e a integridade da parturiente.

Comentários

Leia Mais

23 de agosto, dia de lembrar do ex-governador Dinarte Mariz

IMG_1506Hoje (23) de agosto comemora-se a data do natalício do saudoso ex-governador e senador Dinarte Mariz.

Nascido em Serra Negra o ‘velho do coração do povo’ como carinhosamente era chamado pelo povo potiguar, Dinarte foi um dos maiores líderes do RN.

Sua maior obra como governador foi fundar a Universidade do Rio Grande do Norte e depois como senador a sua federalização quando tornou-se UFRN.

Para se ter um ideia do seu empreendedorismo, para fundar nossa universidade, o governador Dinarte Mariz teve que aumentar em 100% o orçamento do Governo do Estado.

Foi um humanista, probo,  e solidário com seus amigos.

Lamentavelmente, nossa UFRN sempre esquece de homenagear seu fundador.

Foi um grande empresário. que ao contrário dos políticos de hoje, teve seu patrimônio reduzido com sua atividade política.

Comentários

Leia Mais

Campanha para prefeito de Natal ainda não começou

Faltando pouco mais que 40 dias para a eleição que escolherá o prefeito de Natal, o eleitorado está desinteressado e apático.

As movimentações estão restritas aos encontros com os candidatos a vereadores..

Quem mais tem funcionado é o megafone do primo candidato Kelps Lima.

O prefeito Carlos Eduardo Alves está achando bom, ele continua deitado numa rede.

gsgsgsg
kelps metendo bronca no megafone
Comentários

Leia Mais

Henrique Alves está com um pé em Curitiba

Henrique dente de burroO negócio está complicando para Henrique, alguns advogados da terrinha diz que ele caindo no colo do primo Moro a desgraça está feita.

Hoje, a Coluna Painel da Folha de São Paulo informou que Janot quer empurrar Henrique para os cuidados de Moro em Curitiba.

PGR pede desmembramento de caso de Henrique Alves para que Curitiba apure crime financeiro

POR PAINEL

Rumo ao Sul A Procuradoria-Geral da República pediu ao Supremo para que o Ministério Público em Curitiba investigue se o ex-ministro Henrique Alves cometeu crime financeiro. Ele já foi denunciado ao STF por corrupção e lavagem de dinheiro.

Comentários

Leia Mais

“Ainda bem que não saí em primeiro, todos candidatos que a CONSULT aponta como vitorioso, perde a eleição”, diz Ricardo Gurgel

O candidato a prefeito de Parnamirim está em Brasília onde será recebido pelo presidente do Diretório nacional do PSB, Carlos Siqueira.

Ele foi tratar de assuntos ligados a sua candidatura acompanhado pelo deputado federal Rafael Motta. A reunião estava marcada desde a semana passada.

A candidatura de Ricardo Gurgel é uma das prioridades do PSB no Brasil e a prioritária no RN.

Com a reunião de Ricardo Gurgel com Carlos Siqueira será elaborado um calendário para participação dos líderes do partido na campanha de Parnamirim.

Perguntado sobre a pesquisa da CONSULT divulgada ontem, Ricardo respondeu:”Ainda bem que não saí em primeiro, todos candidatos que a CONSULT aponta como vitorioso, perde a eleição”. e disparou Ricardo: ” Parece uma maldição”

Ricardo continua nas ruas visitando e conversando com o povo.

RG

 

Comentários

Leia Mais

Em nome da lisura do pleito, OAB lança a campanha dedo duro

A OAB/RN através do seu presidente Paulo Coutinho já está lançando o aplicativo da campanha dedo duro para denunciar candidatos do pleito deste ano de fazerem caixa 2.

A OAB pretende judicializar o processo eleitoral para seus filiados ganharem muitos honorários.

Basta fazer uma denuncia, para o candidato denunciado ter que recorrer aos advogados.

Deveria ter uma regra determinando que todos os candidatos nas eleições do Brasil só poderiam serem defendidos, em casos de crimes eleitorais pelas Defensorias Públicas, deste modo acabava com a farra de advogados carniceiros.

Muitas denuncias infundadas levam candidatos a contratarem advogados caros para depois serem inocentados. Mas, o caixa 2 termina no contrato do causídico eleitoral.

 

Comentários

Leia Mais