Há 100 dias que Henrique Alves tenta ser ministro

Desde o primeiro dia do novo mandato da presidenta Dilma, o ex-deputado federal, Henrique Eduardo Alves está mendigando sua indicação para ministro do governo federal,  já se vão 100 dias.

Primeiro foi ventilado o Ministério da Previdência, depois o do Turismo, passaram a especular a ida do ex-deputado para o Ministério das Relações Institucionais, mas até agora nada. Em todas semanas deste ano o nome dele seria anunciando. Hoje (10) o jornalista Cláudio Humberto diz o seguinte em sua coluna:

“O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), cedeu ao apelo do vice Michel Temer, e abriu mão da indicação do titular do Ministério do Turismo e abrir caminho à nomeação de Henrique Alves, protegido de Eduardo Cunha. Aliás, o presidente da Câmara decidiu ir a Natal neste fim de semana para tentar dar a impressão de que Alves ainda tem “prestígio”. Mas todos sabem sabe que o prestígio é só de Cunha.

Henrique Alves provocou constrangimentos, em Brasília, pagando o mico de implorar sua nomeação de uma presidente que o despreza.

Michel Temer estabeleceu como sua primeira missão, na coordenação política, destravar o impasse e tornar inevitável a nomeação de Alves.

Dilma não teve alternativa senão aceitar a nomeação de Alves, sob a condição de não ter que despachar com o novo ministro do Turismo.”

Blog do BG

Facebook Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *