Tucano é investigado por invasão a terra indígena

Nilson Leitão

O Supremo Tribunal Federal (STF) abriu inquérito contra o deputado Nilson Leitão (PSDB-MT), suspeito de incentivar a ocupação da reserva indígena da tribo Xavante, no nordeste do Mato Grosso. O parlamentar é presidente da comissão especial que analisa a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 215/2000, que transfere para o Congresso Nacional a atribuição de demarcar terras indígenas. Atualmente, essa função é de responsabilidade do governo federal.

O deputado é mencionado em escutas telefônicas do Ministério Público Federal (MPF) e da Polícia Federal (PF) que apontam envolvimento de políticos e fazendeiros mato-grossenses na invasão e tentativa de reocupação da terra indígena Marãiwatsédé. Entre 2012 e 2013, o governo federal realizou uma grande operação para retirar agricultores e grileiros da área, mas eles voltaram ao lugar, o que levou a PF a retornar à área e a efetuar os grampos com autorização da Justiça.

Facebook Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *