Ou o governo do RN acaba com a UERN ou ela acaba com o RN

Muitas pessoas falam em crise e não sabem o quê vem acontecendo no RN.

Há 30 anos, inventaram de criar uma universidade estadual, financiada por um Estado pobre que mão tem recursos para saúde, educação e segurança.

Esta universidade, hoje, gasta R$ 300 milhões por ano, dinheiro que poderia ser destinado para saúde, educação e saúde.

Todos sabem que ensino superior deve ser de responsabilidade do governo federal, os estados devem ficar com o ensino médio, ainda mais um estado pobre como o RN.

Fiquei sabendo que dos 76 formados de medicina na UERN, 34 foram atuar como médicos no Ceará e Paraíba..

Como pode um estado pobre pagar para formar médicos e outros cursos para prestarem serviços em outros estados?

Com a desoneração dos R$ 300 milhões da UERN, em quatro anos teríamos R$ 1.2 bilhão para investir em outras áreas.

Essa despesa com a UERN só faz aumentar todo ano.

O pior é que tem muitos servidores da UERN ganhando algo em torno de R$ 25 mil.

Os servidores ainda querem fazer greve nesta segunda-feira, é danado!

Se eu fosse governador, tentava federalizar a UERN, não conseguindo fechava e transferiria os servidores para áreas como educação de segundo grau, segurança e saúde.

 

 

 

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.