Robinson, hospitais e motoqueiros

Muito se fala dos corredores dos hospitais de urgência e emergência que estão cheios de pacientes.. O Walfredo Gurgel é um exemplo..

Os Estado não tem dinheiro para dar uma resposta a demanda.. Alegam que falta insumos, médicos, para-médicos,salas de cirurgias, leitos de UTI’s.. falta tudo porque tem gente demais com pernas, braços e cabeças quebradas..

Se qualquer pessoa fizer um levantamento vai verificar que 60% dos pacientes são decorrentes de acidentes de motocicletas tanto em Natal como no interior…

O Estado sabe bem disso, e sabe também que esse indicador tem aumentado.. Enquanto muitos defendem aumentar a estrutura dos hospitais públicos, ninguém defende uma solução enfrentando a raiz do problema..

Aqui no RN não existe nenhuma politica pública para restringir e ordenar o uso de motocicletas visando prevenir acidentes.. No interior a esculhambação é grande.. Motos transportando mais de duas pessoas, epiléticos, crianças de colo e gente embriagadas sob efeito de álcool, todos sem capacetes andando de motocicletas do jeito que querem..

Se o governo de Robinson Faria não enfrentar este problema do uso irresponsável de motocicletas, pode construir 20 hospitais que seus corredores estarão sempre cheios..  Os acidentes de motocicletas tem causado um grande prejuízo para o Estado…

Campanhas de prevenção, blitz educativas, encontros de motoqueiros para conscientização, fiscalização e repreensão devem fazer fazer parte das ações do governo, Robinson para diminuir  os acidentes salvando vidas e desafogando os hospitais..

O governo deveria criar um programa especial para ser implementado em todo RN.. Não defendo inicialmente prender as motos de ninguém, mas apenas educar e prevenir..

Soluções simples que inicialmente poderá deixar alguns motoqueiros irritados, mas, certamente, contará com o apoio de toda sociedade..

 

 

Facebook Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *