CPI ouvirá amanhã dirigentes de Mendes Júnior e Galvão Engenharia

Dirigentes de duas das maiores empreiteiras do País são os próximos convocados a depor na CPI da Petrobras. Sérgio Cunha Mendes, vice-presidente da Construtora Mendes Júnior, e Dario Queiroz Galvão Filho, presidente da Galvão Engenharia, serão ouvidos nesta terça-feira (2).

Segundo o ex-gerente de Tecnologia da Petrobras Pedro Barusco, a Mendes Júnior pagou propinas relativas a quatro contratos com a estatal que, juntos, somavam quase R$ 4 bilhões. Outros dois delatores do esquema, os empresários Augusto Ribeiro e Júlio Camargo, também acusaram a empreiteira de pagar propina.

A mesma acusação pesa sobre a Galvão Engenharia, que tem contratos de mais de R$ 7 bilhões com a Petrobras. O presidente da empreiteira, Dario Queiroz Galvão, foi chamado a depor no lugar de outro executivo da empresa, Erton Fonseca, por sugestão do juiz federal Sérgio Moro, responsável pela condução dos inquéritos da Operação Lava Jato.

Facebook Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *