PSDB une-se ao PT para barrar ‘distritão’

Assim como aconteceu com a votação de alguns destaques do projeto de lei sobre a terceirização, o PT e o PSDB pretendem se unir contra a proposta de acabar com o sistema proporcional de votação para que seja instituído o chamado “distritão”. A proposta está incluída no projeto de reforma política que começou a ser analisado nesta terça-feira (26) pela Câmara.

Além de tucanos e petistas, outros partidos como o PSD, Psol, PCdoB, PSB, PPS e PDT já se manifestaram contrários ao chamado “distritão”. Ao todo, estas bancadas juntas somam 218 dos 513 votos da Câmara dos Deputados. Para ser aprovado pela Câmara por meio de Proposta de Emenda Constitucional (PEC), a regra que institui o “distritão” precisa de pelo menos 308 votos favoráveis.

A substituição do sistema proporcional pelo majoritário na eleição de deputados e vereadores, o chamado “distritão”, está sendo articulado pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) em parceria com outras legendas como o DEM e o Solidariedade

Facebook Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *