Vereadores de cidade no sertão da PB reduzem pagamento para 1 salário mínimo

Carlos Madeiro
Colaboração para o UOL, em MaceióCentro do município de Água Branca, no sertão da ParaíbaA partir de 2017, os nove vereadores de Água Branca (a 373 km de João Pessoa), no sertão da Paraíba, vão receber salário mínimo para exercer a função. A decisão foi tomada de forma unânime pelos parlamentares na sessão da última sexta-feira (17). Hoje, o salário dos vereadores da cidade é de R$ 2.700.

A estrutura da Câmara é pequena: são oito servidores concursados e três assessores para cada um dos vereadores –que atuam na área jurídica e contábil.

Segundo o presidente da Câmara, Miraci de Sousa (DEM-PB), a decisão foi tomada por conta da crise econômica que atinge o país. “A queda de orçamento do município do mês passado para cá foi de quase 50%, e tínhamos que ajudar de alguma forma a cidade. Recebi a ideia de um vereador, vi que era possível, procurei os vereadores e não tive dificuldades”, disse o parlamentar, que não pretende disputar a reeleição em outubro, mas vai lançar o filho. “Ele tem muitas propostas para melhorar o município.”

Recursos devolvidos

Em 2015, a Câmara de Vereadores devolveu cerca de R$ 5.000 aos cofres da prefeitura. “O dinheiro serviu para a perfuração de um poço. A obra já foi executada e dá hoje 8.000 litros de água por dia para a comunidade”, disse.

Desde 2012, Água Branca sofre com a severa seca que atinge o semiárido nordestino. Para 2016, a ideia é devolver ainda mais recursos para servir de obras de apoio às comunidades que sofrem com a estiagem. “Já estou com um recurso em caixa de R$ 10 mil para devolver e que dará para perfurar mais dois poços”, explicou o vereador.

Após a decisão, o vereador disse que passou a ser procurado por pessoas de todo o país. “A repercussão da cidade é ótima, as pessoas gostaram; e estou recebendo ligação de todos os Estados, as pessoas querem realmente confirmar se é verídico”, contou.

Facebook Comments