Presidente do PT nega revolta interna contra nova equipe ministerial

O presidente nacional do PT, Rui Falcão, negou nesta terça-feira (6) que haja um clima de revolta na legenda contra as indicações da presidenta Dilma Rousseff para a nova equipe ministerial. Ao menos os titulares da Fazenda, Joaquim Levy, e da Agricultura, Kátia Abreu, tidos como nomes não alinhados às bandeiras petistas, já são alvos da reclamação de setores da sociedade e de radicais do partido. Mas, segundo o dirigente, eventuais reclamações são feitas dentro do ambiente de “liberdade de pensamento” da legenda.

“O PT é um partido plural. A liberdade de expressão, de pensamento, que nós defendemos com toda convicção, não vale só para a imprensa, vale também para a militância do PT”, completou o petista, negando que o PT tem passado por processo de divisão interna semelhante ao vivido pelo PMDB. “Não vejo nenhuma similitude entre os partidos.”

Facebook Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *