Pedro Barusco diz que providenciou US$ 300 mil para campanha de Dilma

O ex-gerente da Petrobras Pedro Barusco, durante CPI da estatal na Câmara dos Deputados
O ex-gerente da Petrobras Pedro Barusco, durante CPI da estatal na Câmara dos Deputados

No primeiro depoimento da CPI da Petrobras na Câmara, o ex-gerente da estatal Pedro Barusco, que admite o recebimento de propinas e a divisão delas com o PT, detalhou seu relacionamento com o tesoureiro do partido, João Vaccari Neto, citando jantares em hotéis e contatos por mensagens telefônicas.

Disse que recebeu um pedido de reforço financeiro de Vaccari e que, por isso, providenciou o repasse de US$ 300 mil para a campanha da presidente Dilma Rousseff em 2010.

Facebook Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *