Papa Francisco pede para almoçar com presos gays, transsexuais e com HIV

Argentino visitará prisão em Nápoles, na Itália, e fez pedido especial para abrir espaço na agenda para que pudesse fazer refeição com os prisioneiros

O papa Francisco pediu para almoçar no próximo sábado (21) com 90 prisioneiros de uma cadeia próxima a Nápoles, na Itália, entre eles gays, transsexuais e portadores de HIV. O encontro não estava no cronograma, segundo reportou o canal Tv2000, operado por bispos italianos, mas o papa fez esse pedido especial e abriu espaço na agenda.

A atitude não é nova. Semanas depois de ser escolhido papa, o argentino lavou os pés de muçulmanos e mulheres encarceirados. Nesta sexta-feira (20), ele também reiterou o posicionamento da Igreja Católica contra a pena de morte. Nas palavras dele, a execução é “inadmissível, independentemente de quão grave for o crime”, segundo a Time.

Facebook Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *