Lava Jato investiga comprador de avião de acidente que matou Campos

IMG_6048
Os primos, Amaro Saturnino, Claudio Porpino e Luis Claudio ( Chope) com Eduardo Campos em Natal.

A Procuradoria-Geral da República determinou, em um dos inquéritos da Operação Lava Jato, que a Polícia Federal investigue as relações políticas e a suposta prática de agiotagem por parte de João Carlos Lyra Pessoa de Mello Filho – um dos três empresários de Pernambuco que compraram o jato Cessna.

A PGR suspeita que João Carlos Lyra seja o dono da Câmara & Vasconcelos, uma das empresas que pagaram pela aeronave, vendida por R$ 1,7 milhão.

Desde o ano passado, a PF investigava se os três empresários de Pernambuco eram “laranjas” usados para ocultar a compra do jato – que foi testado por Campos, dias antes de sua aquisição.

O PSB e a família Campos negam irregularidades. No ano passado, Lyra divulgou nota afirmando que comprou o avião e locou para a campanha de Campos. Algumas empresas, entre elas a Câmara & Vasconcelos, teriam emprestado os valores da compra.

Facebook Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *