Vereadores de Roma rejeitam proibição a carruagens

Imagem relacionada

ANSA – A Câmara Municipal de Roma rejeitou nesta sexta-feira (4) uma proposta de iniciativa popular que previa a proibição a serviços de transporte de tração animal.

O antissistema Movimento 5 Estrelas (M5S), que detém a maioria dos assentos no Legislativo da capital, se absteve da votação.

“Nos abstivemos porque, se tivéssemos dado um voto positivo, a decisão seria contestada pelos advogados de cocheiros”, explicou o presidente da comissão de Ambiente, Daniele Diaco.

“As prefeituras não podem abolir as carruagens, mas podem regulamentar o serviço e estabelecer percursos”, acrescentou.

Diaco ainda comentou que um regulamento será apresentado em maio, para levar as carruagens apenas para parques.

Em nível nacional, existe um projeto de lei do M5S que daria poder às prefeituras para abolir transportes com tração animal.

O líder do Partido Democrático (PD), de oposição, na Câmara Municipal, Giulio Pelonzi, expressou “tristeza pela abstenção do M5S”.

“Outra ocasião perdida para colocar fim a um serviço anacrônico e desatualizado que emprega cavalos no tráfego de Roma”, disse.

(ANSA)

Facebook Comments
Facebook