Com lockdown, Câmara suspende volta presencial de servidores

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), decidiu suspender a “retomada gradativa” das atividades presenciais na Casa diante do lockdown decretado pelo governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB). As restrições decretadas começaram a valer neste domingo (28) e valerão por 15 dias.

No documento publicado nesta segunda-feira (1), Lira especifica que as empresas que prestam serviços à Câmara dos Deputados poderão organizar turnos de revezamento, com banco de horas para “manter o funcionamento das atividades essenciais”.

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), decidiu suspender a “retomada gradativa” das atividades presenciais na Casa diante do lockdown decretado pelo governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB). As restrições decretadas começaram a valer neste domingo (28) e valerão por 15 dias.

No documento publicado nesta segunda-feira (1), Lira especifica que as empresas que prestam serviços à Câmara dos Deputados poderão organizar turnos de revezamento, com banco de horas para “manter o funcionamento das atividades essenciais”.

Facebook Comments
Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *