Temer com medo da conversa de Jucá com Sérgio, adiou a entrevista coletiva para amanhã

Brasília – Por causa da revelação da conversa do ministro do Planejamento Romero Jucá com o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado revelando preocupação no suposto envolvimento na Operação Lava Jato, o presidente em exercício Michel Temer cancelou a entrevista coletiva que daria nesta segunda-feira, 23, e a transferiu para a terça-feira, às 11 horas. Apesar de a agenda de Temer não prever compromissos oficiais, há a expectativa de que ele vá nesta segunda à tarde ao Congresso Nacional pedir a aprovação da meta fiscal de um déficit de R$ 170,5 bilhões.

Na coletiva de terça, além de anunciar medidas que vão integrar o primeiro pacote econômico do governo, certamente o presidente interino será indagado sobre o caso Romero e Sérgio Machado.

Facebook Comments