Advogado faz denúncia grave de maus-tratos praticados contra presos na Penitenciária Estadual de Parnamirim

Em seu perfil no facebook o advogado escreveu o seguinte relato:

Resultado de imagem para advogado Júnior Gurgel
Advogado Júnior Gurgel

Boa Tarde Dr. Henrique Baltazar. Estive hoje 13/09/2017 no PEP, cheguei às 14 horas para que um preso viesse a assinar uma procuração. depois de uma meia hora fui atendido e conversei com o preso e ele assinou as duas procurações. Até aí tudo normal. Mas o que me fez procurar Vossa Excelência é que na SELA 10 que deve ser usada por 12 presos tem 36. até aí normal. Mas os presos estarem a 30 (trinta) dias sem poderem receber pasta dental, escova, e sabonete é o fim do nosso sistema prisional, depois estão usando a mesma roupa por estes 30 dias. Se de um lado temos o sistema de audiência de custódia que é um fracasso, de outro lado temos um sistema prisional que transforma apenados em animais, pior do que os animais que circulam no PEP. Gostaria de sua atenção para que tais absurdos não sejam admitidos, e continuados, e o sistema prisional deve ser quase como a Lei prevê, agora IMPEDIR um apenado de escovar os dentes, e fazer sua higiene é um caso de saúde pública. Espero voltar daqui a uma semana ao PEP, e espero ter noticias de que este problema de saúde pública seja resolvido. Júnior Gurgel.

Ao Blog do Primo o advogado Júnior Gurgel enviou o seguinte áudio:

Facebook Comments